• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    A Sombra do vento - Carlos Ruiz Zafón

    “Cada livro, cada volume que você vê, tem alma. A alma de quem o escreveu, e a alma dos que o leram, que viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro troca de mãos, cada vez que alguém passa seus olhos pelas suas páginas, seu espírito cresce e a pessoa se fortalece.”
    A sombra do vento se passa no pós-guerra da Barcelona, e nos traz a história de Daniel Sempere: filho de um livreiro que na noite (madrugada) de seu aniversário de 11 anos, após acordar em lágrimas por não se lembrar da mãe morta, conhece o Cemitério dos livros esquecidos. Esse lugar é como uma biblioteca secreta que só algumas pessoas tem acesso e possui livros raros e abandonados. A primeira vez que Daniel vai lá ele tem que adotar um livro que vai levar pra vida toda, e ele escolhe A sombra do vento, de um autor desconhecido até então: Julián Carax.

    Com um bom leitor que se apaixonou pelo livro lido, Daniel busca saber mais sobre o autor e suas obras e descobre mais tarde que existe um homem queimando todos os livros de Julián. E aí que a história começa de verdade.

    Acompanhamos os anos da vida de Daniel em sua busca por Carax e ao mesmo tempo em que ficamos curiosíssimos pra descobrir seu paradeiro e o porque do misterioso cara estar queimando seus livros, vamos acompanhando o crescimento de Daniel, tanto como pessoa e como personagem mesmo. Vemos ele passar de menino inocente para adolescente e depois homem. Em todas as fases de sua vida ele ainda é um menino de bom coração, com uma inocência que o leva a cometer erros, mas que se não fossem os erros ele não chegaria onde chegou.

    O livro tem várias reviravoltas, o autor consegue nos manter interessado no mistério a todo momento, querendo desvendar o que aconteceu com Carax e ao mesmo tempo ficamos ansiosos pra acompanhar Daniel e seus dramas, seu romance, seu aprendizado e suas amizades.

    Um personagem que entre mais tarde no livro (e que confesso ter virado meu favorito) é Fermín Romero de Torres. Um homem mais velho, mas com alma de jovem, que na sua simplicidade demosntra toda sua sabedoria de vida. Ele quem ensina muitas das coisas do cotidiano a Daniel e é responsável pelas partes mais engraçadas, tristes e poéticas do livro. Ele é um personagem maravilhoso, que rouba a cena e foi muito bem construído por Zafón.

    Na verdade todos os personagens do livro são extremamente bem trabalhados e cada um tem seu carisma especial. Me apaixonei por cada um deles, Bea, Penélope, Fermín, todos eles são daqueles personagens que tem algo a mostrar, tem sua importância e ficam conosco mesmo depois de acabarmos de ler o livro.

    Esse é um livro que mistura de tudo: romance, mistério, drama, um pouco de ação, tem tudo pra agradar todo tipo de leitor. Zafón é o tipo de escritor que encanta com as palavras, que faz você entrar de cabeça na história, como se você fizesse parte dela e no final não dá vontade de largar o livro, você quer voltar e ler tudo de novo. Ele tem um jeito de escrever que é sensacional. Te conquista nas primeiras linhas e você fica “Como? Como um livro pode ser tão perfeito e eu nem terminei de ler ainda?!”.

    A sombra do vento é simplesmente um livro sensacional de um escritor sensacional. É um livro que chega ser difícil fazer uma resenha de tão perfeito. Nunca vou conseguir passar tudo que esse livro é em tão poucas palavras, só me resta dizer que: leiam esse livro, não vão se arrepender!

    Classificação




    Beijos,