• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    O desafio - Rachel Van Dyken

    " Ah, minha querida, não chore! Vovó está aqui, estou aqui com você. É perfeitamente normal estar com medo. Bem, os homens podem ser uns monstros terríveis! Fazem sons que nenhum ser humano devia fazer em público, se acham mais engraçados do que tudo e não entendem o conceito de lavar a louça.. (...) Ah, minha querida, mas são maravilhosos! Foram feitos para nós, sabia? Foram feitos para serem fortes no que somos fracas, capazes do que não somos, e para partilhar uma união tão mágica que você vai até se esquecer de como era antes de colocar o anel no dedo.(...)"
    Depois de ler A aposta e me divertir tanto com os protagonistas e situações embaraçosas que a autora criou não achei que Rachel podia se superar e criar um enredo ainda mais engraçado que o anterior! Vovó Nadine se superou no quesito manipulações e armou planos mais elaborados que os da CIA. Nos deixou de boca aberta com sua genialidade e sua irreverência.

    Char conhece Jake desde sempre, e por esse mesmo tempo foi apaixonada por ele, o que ela fazia questão de esconder de todos, principalmente depois que ele não a defendeu no sexto ano das garotas que a criticavam. Ou talvez seu ódio tenha surgido depois que eles tiveram uma noite de sexo quente e tudo que ela teve dele no dia seguinte foi um bilhete de agradecimento. Também tem o fato de que ele é extremamente arrogante, egoísta e mimado! E não podemos esquecer do mulherengo, safado, lindo e sexy demais! E o pior de tudo é que teria que aguentar o cafajeste muito perto por conta do casamento de sua melhor amiga Kacey, sem falar na lista de tarefas que Vovó Nadine designou a eles. Seriam dias difíceis, com certeza!

    Jake está arrasado. Depois de perder Kacey pro irmão seu ego está abalado. Como encarar os dois depois de tudo que aconteceu? E pra piorar as coisas vovó decidiu demiti-lo! Tudo bem que ainda tem sua poupança e continua um milionário, mas agora não era mais um executivo! A situação não tinha como ficar pior.. não até Vovó decidir se intrometer e dar a ele e a maluca da Char uma lista de tarefas a serem realizadas. Isso seria fácil se ele não soubesse que sua avó adora aprontar uma e ele não tivesse que acompanhar mais uma maluca com sentimentos de rejeição. A questão é como evitá-la se ela era a madrinha do casamento?! 

    Em O desafio, Rachel mais uma vez nos apresenta com um enredo que aparenta (e talvez seja) super clichê e previsível.  Porém, assim como em A aposta, o diferencial está nos personagens e na narrativa da autora. Primeiro que não há personagem melhor que Vovó Nadine! A mulher é sensacional, super inteligente, manipuladora, dissimulada, elegante e sem papas na língua! Mais travessa que uma criança, embora tenha seus 86 anos . Ela é o brilho da história, responsável por criar as situações mais embaraçosas e engraçadas pra nossos protagonistas, além de manipulá-los completamente, sem que ninguém desconfie, é claro.

    Char e Jake são como gato e rato, sempre se espezinhando, se alfinetando e criando uma atmosfera de tensão sexual que quase salta das páginas. Os dois tem muita química, mas, mais do que isso, tem camaradagem, amizade e parceria incríveis (o que falta muito nos romances que estou acostumada a ver por sinal). É incrível o modo como amadurecem durante a história e como perdem algumas de suas inseguranças. Isso tudo sem perderem os traços principais de sua personalidade. Jake por exemplo, não deixa de ser irreverente, metido, sexy e brincalhão, apenas mostra um lado seu a Char que até ele mesmo desconhecia. 

    A cereja do bolo é a narrativa da autora. Ela tem um jeito de escrever que cativa até os mais avessos aos romances. Sem falar que consegue dar um tom de comédia ideal pro livro, sem deixar meloso demais, e ao mesmo tempo não acabando com o romantismo. Claro que as situações também colaboram, afinal quem não se acabaria de rir vendo um protagonista arrogante e que preza extremamente sua masculinidade tendo que entrar numa farmácia e sendo acusado de usar camisinha PP? Tendo que fazer a dança do acasalamento então nem se fala.. 

    E isso é o que eu mais amo nos livros da Rachel: o modo como ela consegue ser irreverente, divertida e romântica ao mesmo tempo. Ela chega sem pretensões e nos conquista completamente. Esse livro é simplesmente sensacional, ele consegue reunir tudo que eu mais gosto em um livro na dosagem certa. É o tipo de livro leve e divertido que lemos em questão de horas, e que quando chegamos ao final nos sentimos mais leves e mais felizes, querendo viver uma história dessas e querendo ter uma avó tão louca, amável e manipuladora quanto Vovó Nadine. Simplesmente não tem como não amar e não se divertir com um livro desses!

    Classificação



    Beijos,