• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    No Mundo da Luna - Carina Rissi

    "- Sua magia é forte. Use-a com sabedoria e nunca em benefício próprio. As cartas não permitem. [...] Eu quase dei risada. Magia em mim? Que ridículo. Nunca houve nada mágico em mim."
    Luna é uma jovem mulher recentemente formada em jornalismo que trabalha na revista dos sonhos, mas não no emprego que sempre sonhou. Seu chefe é um babaca, seu carro já viu dias melhores e seu cabelo é incontrolável. Isso pra não falar que acabou de terminar com o namorado traidor e, como se isso não bastasse, ela o encontra em qualquer lugar que vai esbanjando sua felicidade na cara dela. É, parece que a sorte não está a seu favor de maneira alguma, mas isso está prestes a mudar quando ela é promovida de recepcionista a colunista semanal do horóscopo! Não que esse seja o emprego que desejava, mas é um passo pra chegar lá!

    O problema é que ela realmente não entende de horóscopo.. Tudo bem que ela é cigana e supostamente deveria ser super ligada aos astros, mas ela simplesmente não consegue aceitar que as pessoas acreditem nesse monte de baboseira que escrevem lá! Mesmo assim ela decide tentar, e com a ajuda de um baralho poderoso ela cria as mais originais mensagens de horóscopo, que (surpreendentemente) agradam a todos os leitores.. menos ela que consegue cair em uma confusão atrás da outra!

    Não é novidade pra ninguém que AMO os livros da Carina Rissi. A autora tem o dom de criar os mais divertidos, inusitados e fofos romances! E com No mundo da Luna não foi diferente. Narrado em primeira pessoa, Carina nos transporta para o universo da carismática e completamente destrambelhada Luna. Ela é daquelas personagens super divertidas que mesmo no maior dos problemas consegue encarar tudo com bom humor e soltar umas pérolas que são dignas de altas gargalhadas. É completamente atrevida, decidida e sem papas na língua. É cada situação em que ela se mete que chega a ser inacreditável.

    O mocinho também é muito inconvencional. Dante é o chefe mais mandão, nerd e super sexy que já se viu. Ele tem todo um charme especial que nos conquista (e a Luna também) fácil fácil. Além disso, ele tem o timing perfeito! O romance que se desenvolve entre eles acontece no tempo certo (como em todos os romances da autora), nada é apressado, e há todo um desenvolvimento dos personagens e do relacionamento em si. Além de que os personagens conseguem passar uma sensação de realidade incrível. Dá pra sentir nitidamente as emoções deles, passar por cada situação na pele deles. 
    “(…) Meu chefe – também conhecido por diabo, demônio, cão chupando manga e babaca sem noção, e isso nos dias bons.”
    Outro detalhe que me encantou nesse livro são os personagens secundários. Desde a equipe da Fatos&Furos, a companheira de quarto da Luna e aos seus vizinhos, todos tem sua importância e sua participação especial na história. O livro não seria o mesmo sem eles, e o romance ganha um brilho especial com as situações que eles promovem. 

    O que completamente me ganha em todos os livros da Carina é como ela consegue ser leve, divertida e fluida em mais de 470 páginas. Você pisca e o livro já acabou. Isso tudo, é claro, tendo um ótimo momento e diversão garantida em cada linha do livro. 
    "- Vladimir, você sabe quem é esse tal cigano Google?"
    O livro é simplesmente sensacional. Daqueles que ganham nosso coração já na primeira linha e nos arrebatam suspiros e gargalhadas. É impossível não se apaixonar por Dante e Luna, ou não rir com as trapalhadas dessa protagonista tão irreverente. Um último detalhe que gostaria de chamar a atenção é a ambientação e pesquisa que a autora (provavelmente) fez pra construção da história. A protagonista é cigana e toda a cultura dela é bem expressa no livro através detalhes que podem passar despercebidos, mas que pra um leitor mais atento deixa claro que a autora se empenhou pra criar um universo verídico.

    No mais, o livro é super perfeito, em todos os aspectos, desde diagramação, a capa, edição e a história em si. É completamente arrebatador e apaixonante. A gente se irrita, se frustra, se diverte, chora, se arrepia e no final se apaixona por mais uma história maravilhosa da Carina!

    Classificação



    Beijos,