• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Serie Day: A Grande Família


    Oi gente, tudo bem?
    Seguindo o plano do mês, que é falar só sobre coisas nacionais, o Serie Day de hoje traz uma série brasileira clássica, que duvido que algum de vocês não tenha ao menos ouvido falar: A grande família. Pra deixar claro, as poucas produções que eu gosto brasileiras são sempre comédias. Acho que  brasileiro tem o dom de ser irreverente e sarcástico, então sempre temos um bom filme ou série de comédia, e uma delas, que eu sempre gostei é A grande família.

    Pra quem não sabe a série é na verdade uma reinterpretação de uma série exibida entre 1972 e 1975, e é se tornou a maior série da televisão brasileira. Seu primeiro episódio foi em 2001 e durou até o ano passado, 2014.

    A grande família contas os casos e descasos de uma família da classe média brasileira, a família Silva, que conta com Lineu, Dona Nenê, Agostinho, Carrara, Bebel, Tuco e, mais tarde, Florianinho Carrara.

    Não vou falar muito sobre a história, já que foi muito tempo de série, e cada episódio ou temporada tinha alguma coisa nova. A grande família é uma daquelas séries que a gente adora assistir pra descontrair, que a gente sempre se identifica com alguma situação, ou encontra algum personagem que parece com alguém que a gente conhece. 


    É uma série que tem personagens comuns, que são os que originam as melhores comédias. Personagens que brincam com qualquer situação e encaram com bom humor qualquer coisa que acontece. Além disso, nunca vi uma família que se metesse em mais confusão que a família Silva. 

    Confesso que mesmo que no final, os últimos episódios tenham sido mais cansativos e repetitivos, ainda bateu uma nostalgia quando acabou. Me apeguei muito as personagens e aos atores que fizeram um trabalho incrível durante anos. Não consigo imaginá-los em outros personagens, vão ser sempre Lineu, Agostinho, etc. pra mim. 


    Pode até não ser a série mais engraçada do mundo, mas é uma bem gostosa de assistir, e que cria sim situações dignas de algumas gargalhadas. Sem falar na abertura, que até hoje ainda canto pela casa, haha. É uma série que vale a pena ver!

    Beijos,