• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Estudo Independente - Joelle Charbonneau

    Os estudantes de Tosu vão ver o seu tamanho, seu rosto bonito e deduzir que você não é uma ameaça, mas eu sei que você não é assim. Eles não têm ideia do que você é capaz. Da minha parte, mal posso esperar para que você mostre a eles.

    Depois de sobreviver ao Teste, Cia finalmente vê o caminho para a universidade ficar cada vez menor. No entanto, por mais que as lembranças sejam enevoadas pela tentativa frustrada dos idealizadores de tentar apagar a memória dela, ela tem certeza de que são reais e encontrou um meio de provar isso a si mesma: a gravação no Comunicador. Determinada a encontrar uma maneira de sabotar os planos do terrível Dr. Barnes, precisará novamente seguir seus instintos e decidir em quem confiar. Mas para garantir sua vaga entre os líderes da Comunidade das Nações Unificadas e mostrar sua capacidade de liderança, ela precisará enfrentar a Iniciação juntamente com sua equipe e, acima de tudo, fazer com que todos saiam vivos dela. Mesmo os que não merecem.

    Estudo Independente é o segundo volume da trilogia O Teste e, embora não traga o mesmo nível de ação do anterior, continua cheio de adrenalina e com provas de tirar o fôlego. Nessa etapa, Cia terá alguns meses de aulas preliminares e, após isso, fará o exame que decidirá qual área de estudo seguirá. Todavia, o resultado da avaliação depende única e exclusivamente da decisão dos examinadores e nem sempre é o esperado pelo aluno, já que sua área de conhecimento e melhor desempenho não influencia na escolha dos líderes.

    Os habilitados para a Universidade podem ser designados apenas para uma das seguintes áreas: Educação, Engenharia Biológica, Engenharia Mecânica, Medicina e Governo. Apesar da apreensão e do medo de ter que cursar uma área da qual não tem qualquer apreço, ela quer ser apenas selecionada, pois aqueles que não são escolhidos são enviados para o Redirecionamento, que Cia descobre ser um destino incerto e obscuro, que pode trazer penalidades severas e traiçoeiras.

    Basicamente, a Universidade é o pano de fundo de grande parte da trama, mas a Iniciação desenvolvida pelos alunos veteranos leva Cia de volta para as áreas não revitalizadas nos arredores de Tosu City. Desse modo, a jovem precisará usar toda a sua inteligência e liderança para retornar à Universidade e cumprir o desafio. Separada de Thomas por conta de seu curso, ela precisa enfrentar a dúvida em relação a Will e trabalhar a confiança de seus colegas de classe.

    Novos personagens surgem, tais como Ian, Enzo e Damone, todos com papéis cruciais na trama e alguns outros, que não são menos importantes, mas têm menos foco e não vejo a necessidade de citá-los. A novidade aqui é o fato de que muitos estudantes vieram da cidade direto para a Universidade sem passar pelo Teste. Por serem filhos de pessoas influentes e com certo "poder", eles foram preparados para faculdade de modo diferenciado e, a maioria, é gananciosa e não aceita facilmente se relacionar com os alunos que vieram das colônias.

    Alguma semelhança com o que vemos fora dos livros? Com certeza.

    Enquanto Cia se adapta a isso, o outro lado da trama se desenrola paralelamente à sua vida como universitária. Uma rebelião contra o sistema se forma silenciosamente e os líderes têm recrutado pessoas em todo lugar. Mas de que lado ela deve ficar? Numa fluidez tranquila, a autora vai preparando o terreno para fazer algumas revelações e chocar o leitor. O jogo de adivinhação sobre quem é ou não é confiável é num nível alto e, sinceramente, errei alguns palpites. Mérito dela, pois soube construir bem as personagens.

    Fiquei bastante satisfeita com essa leitura, mesmo achando que poderia ter um pouco mais de ação, pois O Teste é “pancada” do início ao fim e Estudo Independente leva uns cinco ou seis capítulos para pegar o ritmo. Daí em diante, é ler sem interrupções. Sim, é uma escrita viciante. Fiquei profundamente triste com uma perda em particular e, devo dizer, por culpa de uma figura que parecia sem qualquer importância no primeiro livro. Então, abram seus olhos... Tem gente vigiando cada passo da Cia.

    Sobre a revisão, é notável a diminuição dos erros que encontrei neste livro em relação ao primeiro. Porém, não merece menos atenção, já que continuam numerosos. O que não posso deixar de alertar é que há muitos, muitos mesmo, erros de estruturação dos parágrafos e, principalmente, nos diálogos. Tem momentos em que a personagem continua falando, mas uma edição errada interrompe a frase e fica completamente sem sentido, a descrição da mesma não ganha aquele espaço com o traço e você não sabe se ela está dizendo, pensando ou narrando... É uma confusão sem fim. Infelizmente. Se você não estiver bem atento, se confunde várias vezes. É triste! Perdeu um “coração” por isso.

    No mais, pessoal, essa trilogia é muito boa! A autora é de uma inteligência ímpar. Eu adoro quando um autor insere conteúdo de verdade na história, de modo que te faz querer aprender, a conhecer coisas novas. Não sei a formação dela, mas Cia é super fera em física e matemática, mas entende - e conhece - maravilhosamente bem as outras matérias e arrasa. É incrível! Estou bem ansiosa para ler o último livro e espero não demorar tanto para tê-lo em mãos. Hahaha!

    Se você não leu ou quer relembrar a resenha de O Teste, clique aqui.

    Classificação:




    Beijão,