• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    A Lista - Cecilia Ahern

    “Apesar de, depois, ter refletido e chegado à conclusão de que o abraço fora, sim, um comportamento antiprofissional, Kitty pensou que, às vezes, quando há pessoas envolvidas, um negócio tem de deixar de ser um negócio e o ser humano deve vencer.” 
    Nunca tinha lido nenhum livro dessa autora apesar de vários deles serem populares entre a maioria dos leitores que conheço. Alguns até ganharam versões para a telona devido ao grande sucesso que alcançaram, mas até agora nenhum havia chamado minha atenção até eu me deparar com essa capa muito bonita(tenho uma queda por capas bonitas rsrsrs) e também pela sinopse que me pareceu muito interessante.

    A história gira em torno da vida de Kitty uma jornalista de sucesso que ao cometer o grave erro de publicar uma matéria que no final das contas acabou se revelando falsa, viu sua carreira despencar e as pessoas que amava se afastaram dela, nenhum jornal estava disposto a aceita-la e pra piorar sua melhor amiga estava no hospital com câncer em fase terminal.

    A vida de Kitty não estava nada fácil e assim ela mergulhou em um estado de auto piedade que não levava a lugar algum. Demorou um tempo pra que ela criasse coragem pra visitar sua amiga Constance no hospital e no final das contas foi essa visita que salvou Kitty da ruína total.

    Durante a conversa com a amiga, Constance disse que tinha uma matéria que ela gostaria de escrever, mas que ainda não tinha tido oportunidade e pediu para Kitty ir buscar um envelope em seu escritório e que depois explicaria do que se tratava a matéria, mas ela não teve tempo de explicar e Kitty acabou perdendo a amiga e ficou com uma lista de 100 nomes que não faziam nenhum sentindo nas mãos.

    Kitty achou que escrever a matéria seria uma ótima homenagem para Constance e talvez também fosse uma maneira de tentar retomar sua carreira, assim usou toda sua determinação para tentar encontra-los e pedir que lhes contassem suas historias para quem sabe pudesse descobrir o que Constance havia planejado e se de alguma maneira as histórias desses 100 nomes de alguma maneira se encontravam.

    Eu gostei muito da história, apesar da protagonista no começo me irritar e fazer com que eu deixasse o livro de lado mais de uma vez. 


    A narrativa é um pouco lenta e assim os fatos se arrastam e o #mimimi egoísta da protagonista me deu nos nervos algumas vezes, mas no decorrer da leitura a personagem vai evoluindo conforme aprende as lições certas e é muito bom ver isso acontecendo. Acho que era essa a intenção da autora para ficar mais evidente o amadurecimento de Kitty.

    A capa ficou muito bonita e a edição da Novo Conceito como sempre está de parabéns. Demorei um pouco pra terminar a leitura desse livro, mas os momentos de choro e também as várias risadas valeram a pena.

    Espero que tenham gostado e até a próxima!

    Classificação:



    Beijos,