• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    À Flor da Pele - Helena Hunting

    Tenley é uma jovem que sofreu muito e que, após uma tragédia traumática para ela, decide abandonar tudo que já conheceu em busca de construir uma nova vida bem longe dali e das lembranças dolorosas de seu passado. É assim que ela acaba trabalhando em frente a loja de tatuagens de Hayden e sua vida sofre uma reviravolta inesperada.

    Hayde, assim como Tenley, já teve sua cota de sofrimento no passado e tudo que viveu o marcou profundamente a ponto de ele externar toda essa dor através de suas tatuagens. E, da mesma maneira, ele decidiu começar uma nova vida longe de todos os vícios e erros que cometeu. 

    Quando eles se conhecem vêem um no outro uma maneira de esquecer o passado. Hayden fica intrigado com Tenley, com o mistério dela e sua beleza, e na mesma hora se enche de atração e um sentimento curioso de proteção com relação a ela. Já Tenley vê em Hayden o homem capaz de fazê-la esquecer suas dores, o homem que não vai curá-la, mas anestesiá-la contra o sofrimento que viveu. E quando decide que uma tatuagem é o meio para isso, Hayden é o cara que pode fazê-la. 

    O que ambos não esperavam é que fazer essa tatuagem mudaria mais do que o corpo de Tenley, mudaria a ambos, exporia seus íntimos e faria-os ficarem vulneráveis frente ao outro. E assim, divididos pela dor do passado, pelos segredos que não dividem um com o outro e a paixão avassaladora que sentem eles vão construindo seus laços de amizade e o começo de um relacionamento. 

    Desde o momento que li a primeira linha desse livro eu me senti completamente envolvida com a história de Tenley e Hayden. Tudo bem que esse tipo de livro - que envolve muito drama, personagens quebrados e uma paixão capaz de curar bem como de machucar - não é exatamente algo novo, mas a narrativa completamente viciante da autora e o desenvolvimento do relacionamento dos protagonistas fazem tudo mudar de figura. 

    - As pessoas não mudam.
    - As pessoas se adaptam. Você era novo. As escolhas que você fez na época não são as mesmas que você faria hoje. Tenley é a prova disso. Isso se chama crescimento pessoal.

    Tenley e Hayden são dois personagens quebrados, com traumas e personalidades até complexas. Só aos poucos que eles vão se conhecendo e nos deixam conhecê-los. Inclusive, nossa curiosidade a cerca do passado dos protagonistas é uma das coisas que nos mantém completamente ligados á leitura. Isso e a habilidade da autora de desenvolver o relacionamento dos dois. Adorei acompanhar o surgimento da amizade entre eles, o leve flerte e a paixão que se acende em ambos. 

    O lado dramático da história também foi muito bem desenvolvido. A autora soube dar um tom de realidade muito grande ao livro, a ponto de nos pormos na pele dos personagens e refletir sobre o que aconteceu com eles e como poderia estar acontecendo com qualquer um de nós. Em À flor da pele, a autora aborda temas bem reais e reflexivos como o uso de drogas, a solidão, o preconceito, etc. 

    A trama é bem elaborada, os personagens são bem construídos, a narrativa é envolvente, em suma o livro tinha de tudo para ser incrível. Porém, não sei se eu não estava num bom momento para ler livros desse gênero ou se eu apenas comecei a esperar demais de um enredo que tinha tudo pra dar certo, mas o livro de certa maneira me decepcionou. Ele tem sim todas essas qualidades que mencionei, mas o modo como terminou não me agradou. Pra ser bem sincera eu acho que não era necessário uma continuação. Eu meio que estou farta de livros desse gênero sendo divididos em séries, sem um final conclusivo. 

    Os protagonistas pareciam estar progredindo, chegando a algum lugar juntos, mas quando o livro termina e nada do esperado acontece é frustrante. Sei que há ainda bastante coisa a ser contada da história de Tenley e Hayden, mas eu realmente gostaria que tudo tivesse sido resolvido neste volume. Eu fiquei com a sensação de que nada mudou, de que tudo que eles viveram e melhoraram foi em vão. E isso me decepcionou.

    Ainda acredito que seja um bom livro, que ele proporciona uma ótima leitura e tem ótimas qualidades, mas realmente me decepcionei com o final. Isso não quer dizer que não lerei o próximo volume, pelo contrário ainda quero saber o que vai ser dos protagonistas e estou até bastante ansiosa pra saber como a história termina.

    Classificação

    (Mais para 3,5)

    Beijos,