• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    A queda dos reinos - Morgan Rhodes

    A queda dos reinos é uma história que se ambienta nos três reinos de Mítica: Limeros, mais ao norte que vive em uma situação agradável; Paelsia, o reino central que possui quase menos que o suficiente pra viver; e Auranos, o reino mais rico dos três. Houve uma época em que todos tinham uma situação boa e em harmonia, até a tétrade - conjunto de pedras que possui o poder dos quatro elementos - sumir e levar consigo a magia que existia em Mítica, abalando todos os reinos, exceto Auranos. 

    Mesmo assim, os três reinos convivem com certa paz, até que determinado acontecimento desencadeia uma série de revoltas em Paelsia e Limeros, o que começa uma guerra entre os três reinos. Em paralelo a isso temos a profecia que está em vias de se cumprir e que diz respeito ao nascimento de uma criança que seria a feiticeira mais poderosa desde Eva, protetora da tétrade, e que traria consigo a magia de volta.

    Logo no começo conhecemos essa profecia e acompanhamos o sequestro de uma criança que, supostamente, é a futura feiticeira. Anos mais tarde somos apresentados aos reinos e ao contexto em que essa guerra vai acontecer, acompanhando a vida de quatro personagens de diferentes reinos que estão intimamente ligados a essa situação: Lucia e Magnus (meus preferidos), irmãos pertencentes à realeza de Limeros; Cleo, princesa de Auranos; e Jonas, filho de um vendedor de vinhos de Paelsia.

    O maior sacrifício deve ser algo que a pessoa valorize. Sacrificar algo sem valor não faz sentido.
    Sob o ponto de vista de cada um desses personagens somos lançados em um mar de acontecimentos um após o outro, desde o acontecimento fatídico que "começou" a guerra, as consequências desse acontecimento para cada reino. A partir daí é reviravolta atrás de reviravolta, somos imersos em uma teia de mentiras, traições, segredos, intrigas, romances e jogos políticos que são de tirar o fôlego.

    Antes de ler esse livro já tinha ouvido muitos comentários sobre ele, principalmente dizendo que seria o tipo de livro para iniciantes no mundo fantástico, inclusive alguns diziam ser um "guerra dos tronos para adolescentes", e devo concordar com tudo que ouvi. O livro é uma versão bem mais light e jovem de Guerra dos tronos, claro que com uma história ligeiramente diferente.

    A começar pela narrativa, que é bem leve apesar do enredo mais medieval. A autora trata os jogos políticos, traições, e entre outros de uma maneira bem simples e jovem, sem deixar o enredo mais pesado como seria de se esperar de um livro de fantasia desse porte. O fato de ter um ritmo extremamente acelerado, cheio de acontecimentos um após o outro também ajuda. Vale salientar que são acontecimentos relevantes e não encheção de linguiça. Cada coisa que acontece tem sua importância para a história e só nos deixar mais curiosos pelo desenrolar dos fatos.

    Outro detalhe que pode ser um divisor de opiniões são os personagens. Todos são adolescentes na faixa dos 16 anos e agem como tal, o que pode irritar algumas pessoas mas, em contrapartida, cativar algumas outras - principalmente os que se encontram nessa idade e que vão se identificar com os personagens. O que me agradou neles foi que a autora soube os construir muito bem, moldando sua personalidade de uma forma bem real, com qualidades e defeitos, e até seus "mimimis". Também há o fato e que eles crescem durante a história, amadurecendo junto com ela e os acontecimentos que os marcam, coisa que me agrada muito.

    Havia sofrido tantas perdas que parecia que uma parte de seu coração tinha sido arrancada do peito, deixando uma ferida no lugar.

    De uma maneira geral eu amei esse livro. Todo o ritmo intenso e acelerado, junto com a narrativa simples nos envolve na história, tornando impossível parar de lê-la. Além disso, os personagens são bem cativantes, ao ponto de acabarmos torcendo por eles e nos colocando em seus lugares. Há também o pano de fundo mitológico envolvendo a magia que deixa tudo ainda melhor. 

    Resumindo: totalmente indico esse livro aos amantes da fantasia épica, e para aquele que querem se tornar um mas não sabem por onde começar. Esse é um ótimo guia para o mundo da fantasia, principalmente pra quem ainda não está acostumado com o gênero. 

    Classificação




    Beijos,