Me contem, só eu não sabia que Sophie Kinsella era um pseudônimo? Rsrsrs. Isso foi a primeira coisa que me chamou a atenção no livro, já que amo a autora e seus chick-lits, apesar da capa ser meio sem graça coloquei ele na sacola e saí da bienal do Rio com este e mais 21 livros... 

Louca pra casar é a história de Milly, uma história que poderia ser bem sem graça. Milly mora com os pais no interior é uma filha doce e obediente que está apaixonada por Simon, um jovem teimoso filho de um dos caras mais ricos do país. O único problema é que 10 anos atrás Milly resolveu viver um verão diferente, longe das asas da mãe. E é exatamente esse fato que deixa a história interessante.

Ela estava em Oxford, fazendo um curso de verão quando conheceu Allan Kepinsk e Rupert. Allan é um americano que estava de passagem pela Inglaterra, onde conheceu sua alma gêmea... Rupert. Juntos eles frequentam pubs, tomam banho de sol e fazem deste verão o melhor e mais rebelde da vida de Milly. E nesse clima de liberdade ela não pensa duas vezes antes de ir até um cartório e se casar com Allan, para que ele possa ficar no país e seus amigos possam viver felizes para sempre. Tornando-se assim a senhora Kepinsk.

Quando Milly volta para o interior aos poucos perde o contato com os dois e é por isso que agora que ela despertou para o fato de que está cometendo bigamia ao se casar novamente, ela não faz ideia de como localizar Alan e pedir o divórcio. E agora? 

Sua irmã mais velha e porto seguro durante a vida inteira é uma importante tradutora e normalmente viaja para conferencias fora do país, portanto não está sendo fácil encontra-la no hotel para que ela possa ajudar, com certeza ela deve saber o que fazer, não é mesmo? Mas ela não consegue falar com sua irmã, apesar dos milhares de recado que deixou. Agora só faltam três dias para o casamento e Milly está desesperadamente contando com a sorte! 

Mas ela não está com tanta sorte assim. O fotógrafo mega premiado que foi contratado para fotografar o evento que será seu suntuoso casamento, acaba de chegar e pergunta se já não a viu em algum lugar... É nesse momento que a noiva lembra de que ele estava na porta do cartório quando aconteceu o primeiro casamento. Apesar de suas tentativas para despistar o rapaz, ele acaba se lembrando de onde a conhece e pode arruinar seu casamento.

Mais perdida do que nunca, Milly não faz ideia do que fazer. Se deve ou não contar para Simon que ela já se casou uma vez. Por que será que sua irmã não atende a droga do telefone? O que os seus pais vão fazer se descobrirem a verdade? 

Um livro divertido com um pouco de suspense no final, ideal para deixar seu feriado ainda melhor! Um ótimo sábado para vocês!

Sobre a autora:

Sophie Kinsella (nascida Madeleine Wickham, Londres, 12 de dezembro de 1969) é uma escritora britânica. Foi uma ex-jornalista de economia, com especialização na área financeira e começou uma carreira como escritora.

Fonte: Wikipédia

Classificação: