• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Malícias e Delícias - Tara Sivec

    Claire ainda era jovem e virgem quando conheceu Carter em uma noite de bebedeira em que saiu com sua amiga mais do que determinada a mudar esse status de virgem. Eles conversaram, riram, se divertiram e quando viram já tinham transado e Claire já tinha ido embora após uma noite não tão memorável assim.

    Sem qualquer tipo de contato com o desconhecido que tirou sua virgindade, ela não tem como avisar que sua única noite de sexo com ele rendeu uma gravidez, o que torna Claire oficialmente mãe solteira de Gavin. Anos depois, quando Claire estava relativamente estabelecida, trabalhando no seu novo negócio - metade Sexy Shop, metade confeitaria - com sua amiga Liz e com seu filho - a essa altura com quatro anos - eis que Carter resolve dar as caras mas com um único problema: ele parece não se lembrar dela.

    Malícias e Delícias é o tipo de livro que você nunca viu igual. Esqueça todos os livros eróticos que você já leu na vida, nenhum deles chega perto de ser parecido com essa obra prima do humor escrachado. E não há outra palavra pra definir esse livro que não diversão. A cada página que você lê, cada nova situação que Claire se mete são crises histéricas de riso que fazem você passar vergonha onde quer que esteja lendo. 
    "Eu me lembro daquele noite com carinho. E com carinho eu quero dizer com amargo ressentimento direcionado à todas as coisas alcoólicas e com pênis. "
    O enredo, como vocês podem perceber, não é nada de inovador. Com certeza vocês já viram um livro com uma trama similar, de uma mulher com um caso de uma noite que acaba ficando grávida e anos depois reencontra o pai da criança que vai abalar sua vida novamente. Tudo bem, nada de novo até aí, o que faz desse livro tão original, tão absurdamente fantástico é o humor totalmente sem escrúpulos da autora. Ela não mede palavras pra transformar situações cotidianas em cenas das mais engraçadas comédias.

    Claire é uma mãe solteira como qualquer outra, o que a diferencia é a sua coragem de colocar em palavras tudo que muitas na mesma situação - ou até em outras situações - já pensaram. Ela é completamente estabanada, e se coloca nas situações mais constrangedoras possíveis, mas vamos encarar a verdade: são situações que acredito que muita gente já viveu. Isso é a outra coisa incrível sobre o livro: a autora tira o romance idealizado pelas mulheres nos livros - aqueles que a gente sempre lê e fica suspirando - e o coloca na vida real, o que faz todas as situações serem engraçadas, porque se a gente tentasse fazer metade das coisas desses livros de romance que lemos, com certeza daria em uma situação pra lá de trágica. 
    "Todos os livros escritos por mulheres que tiveram a mais perfeita experiência de parto do mundo dizem que você deve falar com seu filho quando ele está na barriga. Esse foi o único mísero conselho que eu aceitei dessa coisas. Todos os dias da gestação eu disse à meu filho que, se ele arruinasse minha vagina, eu iria gravar seu nascimento e mostrar à todas as suas futuras namoradas o que acontece com a sua oh-ha quando você faz sexo, garantindo que ele nunca, nunca iria transar."
    Os personagens também são sensacionais. Únicos, com suas personalidades bem definidas e super carismáticos. Claire é daquelas que não tem papas na língua e usa o sarcasmo como uma segunda língua. Carter é o homem mais real que já vi em romances, do tipo que tem seus defeitos e não os esconde, que também fica tímido e inseguro, mas que sabe ser divertido e sexy também. Liz, a melhor amiga que está ali pra tudo - e é tão doida como Claire. E claro, Gavin, o menino de quatro anos que aprendeu com a mãe a dizer tudo que pensa, que é atentado, esperto demais e que nos arranca gargalhadas na mesma medida em que nos faz suspirar por ele. 

    Malícias e Delícias é definitivamente um livro singular, único mesmo. Daqueles pra curar qualquer ressaca literária e renovar as energias depois de tantas gargalhadas de pura alegria e prazer. A autora não teve limites com o humor, e usou algo realmente pesado, que diverte mas que tem que ter senso de humor pra aproveitar. O livro é hilário e me deixou com um gostinho de quero mais. Mal posso esperar pra ler os outros dois da trilogia! 
    "Eu amo você mais do que uma prostituta ama dia de Teste de DST grátis na clínica."
    Classificação




    Beijos,