Oi pessoal, como estão vocês? Vou ser bem sincera, minha criatividade resolveu tirar uma folguinha hoje. Já mostrei num post antigo os meus quotes preferidos desse livro (que por sinal é o meu livro preferido). Esse livro é bem antigo, mas ainda não li nada melhor que ele, então vale muito a pena ler, na minha opinião. Sem enrolar mais, confiram aí.
Depois de ser internado numa clínica psiquiátrica, Pat Peoples pensa que sua vida está destruída. Pat sai, depois de alguns anos, do “lugar ruim” determinado a reconquistar sua ex mulher Nikki para que ele possa retomar sua antiga vida. Ele até então não lembra o que fez a Nikki para ela ter se afastado, mas sabe que o cantor Kenny G está no meio disso e tenta, além de tudo, recuperar sua memória.

Determinado a dar um fim no “tempo separados”, Pat pratica “ser gentil ao invés de ter razão”, ele se considera uma pessoa melhor e espera que Nikki perceba isso.

- Eu te amo. Soube no momento que te conheci. Lamento ter levado tanto tempo pra entender, apenas estava emperrado.

Sua mãe, Jeanie, por amá-lo bastante, procura agradar e compra algumas aparelhagens de musculação para que ele se exercite em casa, o que é importante para ele na tentativa de reconquistar Nikki. Ele conhece Tiffany durante o período em que tenta reconstruir sua vida e sua memória, que, além de ter sua idade, também ficou louca após a morte do seu marido. Tiffany, com intuito de ser amiga de Pat, começa a correr com ele todos os dias, e com certo sacrifício consegue enfim conquistar a amizade de Pat.

Quando Tiffany passa a fazer parte da história, surgem sentimentos e expectativas em quem lê. Os encontros de Pat e seu terapeuta Dr. Cliff, que o trata mais como amigo do que como paciente, nos trazem diálogos construtivos.

Eu gostava de estar com você mesmo que não falássemos nada.

A relação que Pat tem com seu pai é bem conturbada, quase não conversam, porém são ligados de alguma forma quando o assunto é futebol americano. Com o objetivo de construir novamente uma ponte de união entre ele e o pai, Pat se torna o antigo torcedor dos Eagles.

O livro apresenta uma narrativa bem lenta, mas que ao longo da história, percebe-se que é apropriada já que está sendo narrada por um doente mental. São usadas palavras bem simples, mas é o que torna o livro apaixonante e instigante.

Espero que vocês gostem e se não leram ainda, leiam! Eu sou completamente apaixonada por esse livro, leria ele mais mil vezes. Deixem comentários, responderei com muito prazer.

Classificação: