• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Obsidiana - Jennifer L. Armentrout

    Após a morte de seu pai, Katy e sua mãe decidem se mudar para uma cidadezinha no meio do nada a fim de recomeçar a vida e deixar pra trás as inúmeras recordações que a casa e a Flórida as trazia. Tentando socializar - a pedido da mãe - Katy faz uma visita aos vizinhos para conhecê-los e dá de cara com Daemon: um cara lindo e sexy, mas que é um babaca. Desde o primeiro momento ele sente a necessidade de infernizar a vida de Katy, e qualquer conversa entre os dois resulta em meia dúzia de insultos trocados. Já a irmã de Daemon, Dee, que Katy conhece mais tarde, é o exato oposto do irmão: é super simpática e faz de tudo para agradar Katy a fim de tê-la com amiga.

    O tempo passa e a amizade de Katy e Dee vai crescendo ao mesmo passo em que o desprezo entre Katy e Daemon só aumenta. Com o passar dos dias Katy começa a perceber coisas estranhas que envolvem a cidade no geral e, mais especificamente, os gêmeos. Os irmãos tem um comportamento estranho e, no fundo, Katy parece pressentir que eles não são normais. As coisas só vão ficando mais estranhas e mistérios vão surgindo até que ela é atacada e acaba descobrindo o motivo de tanta estranheza. Assim, com sua vida em perigo, ela se vê mais envolvida do que gostaria com o detestável Daemon - mesmo que essa atração entre eles seja enorme.

    Sempre ouvi falar muito bem da série Lux e da narrativa de Jennifer, mas não imaginei que o Obsidiana fosse ser assim tão bom. Comecei a leitura meio sem saber o que esperar, pois por mais que eu soubesse ligeiramente do que se tratava, não conhecia a trama como um todo e tudo que eu sabia era que o livro era muito bom, então fui pega de surpresa com a qualidade dessa obra.

    Nunca li nada relacionado a alienígenas, mas confesso que gostei bastante da premissa da autora. Ela criou um enredo muito original e que tem tudo pra se tornar uma série sensacional. Logo no primeiro livro somos apresentados a esse universo de forma incrível: a autora soube mostrar com maestria esse universo alien de maneira que ficamos fascinados e envolvidos com a trama. Porém o que me ganhou mesmo foram os personagens e a maneira como a autora os desenvolve ao longo da narrativa.

    Katy é uma blogueira (amei!) que resenha livros na internet e não é de muitas interações sociais. Porém, mesmo com esse jeito, ela é uma personagem forte, que não leva desaforo pra casa e não deixa ninguém decidir nada por ela. Bate de frente a todo momento com Daemon e não deixa que ele a intimide com suas grosserias - o que eu gostei bastante! 

    Daemon faz mais o estilo bad boy, daqueles com um jeitão arrogante mas que no fundo tem seus dramas pessoais que o fazem agir daquela maneira e que nos cativa completamente. Mesmo que no início role aquele ódio, ao longo do livro ele vai nos cativando. E Dee é um amor de personagem, super simpática e cativante.

    Outras coisa que chama a atenção no livro sãos os diálogos que dão um tom de humor ao livro. Essas brigas de gato e rato entre Katy e Daemon nos garantem boa diversão, porém espero que a autora não siga essa mesma fórmula nos próximos livros. Os diálogos são engraçados e criativos, mas vão se tornando repetitivos e tem uma hora que essa implicância vai cansando. 

    Obsidiana é um livro que surpreende. Apesar de ser um YA bem adolescente, a autora desenvolve sua trama muito bem, e com uma narrativa fluida sabe nos envolver na história a ponto de não largarmos o livro até saber as respostas para todos os mistérios - e, sejamos sinceros, pra saber se (ou quando) Daemon e Katy vão finalmente se envolver, hahaha. O livro não é nada extraordinário, mas surpreende bastante e nos proporciona uma ótima leitura. 

    Classificação




    Beijos,