Hey gente! Trouxe a segunda parte das melhores leituras do ano e confesso, foi MEGA difícil escolher quais seriam, pois esse foi um ano muito proveitoso pra mim em relação a boas leituras (não quantidade, mas qualidade), e foram poucos - muito poucos - os livros que realmente não gostei. Porém, fui bem sucedida na missão e aqui estou com minhas 5 melhores leituras. Sentem e anotem as dicas pois só vem coisa boa por aí! =)

Livros em ordem decrescente


5. A Rainha Vermelha, de Victoria Aveyard

Ta aí um livro que me surpreendeu demais! Confesso, ele é do tipo ame ou odeie, ou você gosta do estilo da autora ou ele simplesmente não desce! É verdade o que dizem de que o livro é uma grande mistura de todos os gêneros que conhecemos - tem distopia, tem sobrenatural, etc. - mas, na minha opinião, foi uma mistura que deu certo e que me fez ficar encantada com o livro, pois vi tudo que eu gosto junto em um livro só. Fora que a autora tem uma escrita boa, um enredo com reviravoltas que surpreendem, intrigas políticas instigantes, conspirações rebeldes, e um leve toque de romance que deixa tudo melhor. É um livro que funcionou pra mim e que eu me apaixonei!


4. Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo, de Benjamin Alire Sáenz

Esse livro me conquistou pela delicadeza da história! O autor nos surpreende com uma história muito mais profunda do que esperamos, que conta sobre dois meninos completamente diferentes um do outro mas que encontram algo em comum no sentimento de "não pertencer". Ao longo do livro o autor desenvolve a relação deles de forma singela e sutil, e aos poucos vai surgindo daí uma bela amizade. Além disso, temas como diálogo, conflitos familiares, preconceito e muito mais são abordados no livro e eu amei a forma sutil que o autor tratou todos os temas. Ele tem uma narrativa leve e fluida que nos encanta e nos envolve e eu me emocionei demais com o livro! Fiquei apaixonada pelos personagens e pretendo reler em breve!


3. O nome do vento, de Patrick Rothfuss

Definitivamente uma das minhas fantasias favoritas! Com o melhor dos personagens masculinos que eu conheço! Kvothe é um homem complexo, misterioso e enigmático, que demoramos a desvendar, mas que ao contar suas histórias lendárias nos fascina com os lugares pelos quais passou e com os feitos que realizou. O autor tem uma narrativa que nos envolve, nos deixa completamente imersos na história e o enredo por si só é sensacional. Quem é amante do gênero não pode deixar de ler e de se deslumbrar com o universo criado por Rothfuss e de se fascinar com o personagem único, intrigante e peculiar que ele criou.


2. A filha da Floresta, de Juliet Marillier

Eu sei, vocês já viram essa série (Sevenwaters) por aqui no Melhores do Ano, mas não teve como. Filha da Floresta é sensacional, um daqueles livros que a autora consegue te transportar pra dentro da história, consegue fazer a gente sentir na pele o que a personagem está passando e sofrer junto com ela - coisa que Sorcha, a protagonista faz muito, o que nos deixa com as emoções em frangalhos durante a leitura. A história é simplesmente mágica, daqueles contos de fadas bem mais fortes, sombrios e intensos do que o que costumamos ver. Com uma protagonista que surpreende muito com sua força, sua coragem e sua determinação.É uma história extraordinária, que narra uma trajetória difícil e que nos deixa angustiados, com o coração sofrendo pela protagonista. É MARAVILHOSO, e mesmo que eu tenha quase morrido quando acabou eu ainda leria de novo e de novo.


1. Série Trono de Vidro, de Sarah J. Maas

Tá bom, podem reclamar, esse é o segundo livro que vocês vêem pela segunda vez por aqui, mas não tem como! Brina só me apresenta livro bom e que destrói meu coração, hahahaha. Nós duas somos loucas, fanáticas por Trono de Vidro, e a série é tão perfeita que não consigo nem escolher um livro que seja melhor - os quatro que li são perfeitos! Essa é uma daquelas séries que surpreende pela profundidade que o autor dá a seus personagens e pela habilidade que demonstra na construção de mundo e de enredo. Além de que é uma dessas que só melhora com o passar dos livros. O enredo do primeiro livro por si só já daria uma trama extraordinária, porém a autora vai além, ela se aprofunda no enredo nos mostrando magia, mitologia, conflitos políticos, personagens multifacetados e complexos e cria subplots incríveis que só nos faz ansiar mais pelo próximo livro. A autora é mestre em criar reviravoltas de nos deixar de queixo caído e mesmo ao enrolar levemente na história ela nos entretém tanto que nem notamos. Sarah sabe desenvolver uma boa história, rica em detalhes, com uma narrativa inteligente e um enredo magnífico. Não é a toda que é o meu (ou meus, se formos considerar todos os livros da série) favorito do ano! Leiam, leiam, leiam!

Beijos,