Kahlen foi a única sobrevivente do naufrágio que levou toda sua família em 1933. Por sua enorme vontade de viver a Água a salvou da morte e em troca pediu 100 anos de vida a seu serviço como Sereia. Nesses 100 anos Kahlen se tornaria indestrutível e imutável - permaneceria com seus 19 anos em todo o século, sem que nenhuma doença ou necessidade humana a assolasse. Por outro lado, durante esses 100 anos Kahlen teria de assassinar centenas e até milhares de pessoas causando naufrágios com seu canto de sereia, a fim de alimentar a Água. 

Após 80 anos de obediente servidão, Kahlen vai para Miami com suas irmãs e acaba conhecendo Akinli na faculdade local. Mesmo sem poderem conversar (a voz de Kahlen é mortal), Akinli arruma um jeito de se comunicar com ela, e com sua doçura vai conquistando cada vez mais a garota, que não consegue tirar o jeito gentil e afetuoso com que a trata da cabeça e do coração. Ele foi o único que já a viu e se interessou pelo que ela é, deixando de lado sua beleza extraordinária e sua incapacidade de falar. Porém, esse é um romance impossível e logo ela vai se dar conta do quanto.

Fui completamente surpreendida com a qualidade desse livro. Foi minha primeira experiência com a escrita de Kiera Cass e fui positivamente pega de surpresa com o quão fluida e envolvente é sua narrativa. Sem falar na habilidade de criar personagens tão cativantes e que nos causam uma empatia logo nas primeiras páginas. 

Não vou dizer que o livro é perfeito, porque não é - senti falta de uma exploração mais profunda da mitologia sobre Sereias (coisas de fãs de fantasia), o romance do casal é um tanto quanto rápido e não gosto do fato de a protagonista ter como foco de vida se casar (a vida é mais do que isso!). Mas o que me encantou foi que mesmo com esses pequenos defeitos, a autora me fez ter uma leitura muitíssimo agradável e no final eu acabei nem dando tanta importância assim a esses fatos.

Tem dois pontos principais que foram os meus favoritos nesse livro: os personagens e a relação entre eles. Amei como a autora desenvolveu cada personagem, como, mesmo o foco sendo na história de Kahlen, ainda conhecemos e amamos suas irmãs que são tão diferentes, tão humanas com suas qualidades e defeitos, e mesmo assim se amam, são unidas e estão juntas para o que der e vier. São personagens tão bem desenvolvidas que acabam nem ficando em segundo plano, elas participam da história tanto quanto Kahlen e acabam ganhando nossa compaixão da mesma maneira. São personagens muito cativantes, que logo ganham nossos corações.

Quanto às relações interpessoais dos personagens, o que mais me agradou foi a relação da Kahlen com a Água. Mais do que qualquer coisa no livro, foi isso que me fez amar a história. Tudo bem que é um livro de romance, e a própria história do casal é encantadora, mas o desenvolvimento da relação dessas duas foi sensacional. Kahlen tinha motivos de sobra para odiar a Água, mas é tão bondosa que soube enxergar por trás de cada atitude dela e não só perdoá-la, como amá-la. A autora soube mostrar como mesmo quando amamos muito alguém, às vezes podemos cometer erros com essas pessoas, e às vezes não sabemos mostrar direito nossos sentimentos. A relação de carinho e afeto entre elas, assim como entre as irmãs foi o ponto alto do livro.

Claro que não poderia deixar de falar do romance em si. Mesmo que tenha sido tudo um pouco rápido, eu acabei amando o romance. Gostaria de ter visto mais interações entre Akinli e Kahlen, mas o pouco que houve foi encantador e extremamente fofo. Mesmo com poucas interações, a autora soube me convencer do romance deles e eu fiquei encantada com a bondade, a generosidade, o afeto que Akilin tem com Kahlen, e não só com ela, mas com todos à sua volta. Ele é aquele tipo de pessoa extraordinária, que só tem o bem no coração e faz de tudo pela felicidade dos outros. Fiquei encantada com Akilin, e perdi um pouco do meu coração pra ele, rs.

De maneira geral o livro é leve, fofo, com pitadas de bom humor e também de drama. Mas no fim de tudo é uma história muito emocionante, bem gostosa e rápida de ler. Fui pega de surpresa e acho que o legal é ir sem esperar nada mesmo, tenho certeza que vocês serão conquistados pela Água e por todos os personagens dessa história.

Lembrando que o prêmio do top comentarista do mês é esse livro!

Classificação




Beijos,