Sinopse: Tudo começa numa festa de formatura de ensino médio. Cinco amigos comemoram juntos o tão aguardado fim da vida escolar. Apesar de bem diferentes entre si, têm algo em comum: enxergam o futuro como um mar de possibilidades a ser descoberto e explorado. Sonham em ser gigantes, tão grandes quanto suas ambições.

Sensacional! Sabe quando você abre um livro e se encanta com a história no primeiro parágrafo? Aconteceu isso com Gigantes! Eu pedi o livro para a editora Paralela com a intenção de conhecer a escrita do Pedro Henrique Neschling e me surpreendi de uma forma muito positiva. Que livro, minha gente! Que livro! O ano mal começou e eu afirmo com todas as letras que foi uma das melhores leituras do ano.

O autor nos leva para conhecer a vida de 5 jovens que estudaram juntos no Ensino Médio e com o tempo se separaram para seguir suas vidas. Em cada capítulo podemos acompanhar a história de Duda, Camila, Lipe, Zidane e Fernando e nos encantar com a riqueza de detalhes da narrativa. Pedro cita outros autores, cita músicas boas, comenta sobre o universo do cinema já que Fernando é roteirista e nos mostra que nem tudo são flores depois da formatura do colégio.
Quando somos adolescentes ansiamos pelos 18 anos e fazemos planos muitas vezes mirabolantes para a nossa vida, só que quando entramos na universidade encontramos mais responsabilidade e aprendemos a conviver com mais problemas e mais situações que fogem ao nosso controle. O interessante é que o autor nos apresentar essa realidade com leveza e intensidade. Ele nos mostra a garota que entrou em depressão após um namoro falso, o gay que tem problemas de relacionamento com o pai, o garoto que usa drogas e vive surfando, o roteirista que achou que ganharia o Oscar e não precisaria fazer mais nada e a garota que adora liberdade e acaba presa em um casamento ruim.

Quando o leitor pensa que acabou, o autor cria mais situações e nos mostra que a vida é um eterno vai e volta. Muita coisa muda em 10 anos e o amadurecimento dos personagens mexeu muito comigo, pois estou com 27 anos e enxergo minha vida totalmente diferente do que eu planejei na formatura da escola.

A história é tão envolvente que eu não consegui parar de ler nem por um minuto. Devorei o livro em 1 dia e quando terminei fiquei extasiada na sala refletindo sobre tudo. A vida pode mudar de uma hora para a outra e podemos ver isso muito bem na história de Duda e de Zidane. Na história de Lipe eu gostei do jeito que ele leva a vida e na sua paciência com as pessoas que não entendem a sua sexualidade. Fernando nos dá um show de sabedoria quando faz uma reflexão sobre sua profissão. Ele luta diariamente para sobreviver de seus sonhos. Camila é genial e me mostrou que sempre é tempo de recomeçar.

"Às vezes cobrava de si mais atitude. Queria recuperar uma certa rebeldia que o fizesse dizer para a própria vida, "Ei, quem manda em você sou eu e não o contrário!". Mas não sabia como. E, pior, desconfiava que isso não era verdade. Todo garoto sonha ser um gigante, pensava, mas poucos conseguem triunfar."
Recomendo muito a leitura e quero parabenizar muito o autor por este livro maravilhoso. Espero que escreva mais livros e gostaria muito que Gigantes virasse uma minissérie. Seria maravilhoso! Globo, chame o Pedro para escrever Malhação! Hahaha Vai melhorar bastante!

 Classificação:



Beijos,