• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Movie Day | Batman vs Superman


    Talvez esse tenha sido o filme mais esperado por mim para esse ano e, tendo superado e muito minhas expectativas, tenho certeza que não conseguirei botar em palavras um terço da magnitude que foi Batman vs Superman. Mesmo assim, vou me esforçar e espero convencê-los de que esse é um filme que vale a pena!

    Para começar esse é um filme para fãs de quadrinhos, e mesmo eu, que não sou uma profunda conhecedora das histórias, pude pegar algumas referências e perceber que o que foi apresentado na tela é basicamente o que se passa nos quadrinhos. Para os que não conhecem, ainda assim é um bom filme pois ele cumpre exatamente o que promete: contar a história da origem da Liga da Justiça - ainda que um leigo não vá entender todos os pontos mostrados.


    Em Batman vs Superman, ficamos conhecendo, de forma concisa, o passado traumático do Cavaleiro das trevas, e o dilema que o Homem de aço enfrenta por ser quase um deus na terra. Esse início serve tanto para ambientar os novatos na história quanto pra apresentar o tom sombrio que o filme segue em toda sua duração. Temos de um lado um homem de carne e osso atormentado por seu passado e do outro um alien com poderes para destruir uma cidade se essa for sua vontade. Ainda, no meio disso, temos a mente doentia de Lex Luthor que decide brincar com os dois poderosos. 

    É interessante essa outra visão dos super heróis, essa coisa do lado da população mostrada no filme, como nem tudo é perfeito e que pode salvar também pode destruir. Esse foi um dilema muito bem abordado no filme e que traz essa reflexão: como seria se um alien extremamente poderoso viesse à Terra?


    Muitos reclamaram do tom sombrio que dominou o filme, e a falta de humor que domina os filmes da Marvel. Porém, a meu ver, esse fato foi o diferencial num mercado recheado de filmes de heróis desse tipo. Além disso, no próprio quadrinho, esse é o tom seguido. O cavaleiro das trevas é o homem sombrio que o filme da Warner conseguiu captar. O máximo de cômico que vemos no filme é a psicopatia revelada pelos monólogos fascinantes e sarcásticos de Lex.

    A construção do filme e da tensão que se acumula até chegar em seu clímax é elaborada cuidadosamente e o único defeito foi a rápida e insatisfatória conclusão para um conflito tão bem estruturado e antecipado. Toda a tensão calmamente construída durante os muitos minutos de filme se esvai em frustração na cena de luta entre Batman e Superman. Mesmo assim, a empolgação não diminui, principalmente quando vemos a Mulher Maravilha, tão bem representada, em cena. 


    Batman vs Superman é um filme ousado, diferente do que já conhecemos em filmes de herói e que tem tudo para agradar as mentes ansiosas por esse embate. Mesmo com pouca ação - se considerarmos a duração do filme -, a história ainda te prende, e em nenhum momento das 2h e 30 min de filme nos sentimos entediados. Pelo contrário, ficamos fascinados com o que é mostrado na tela e confesso que grande parte disso se dá pela trilha sonora dramática que casa perfeitamente com as cenas. 

    Outro ponto chave do filme é a brilhante atuação dos atores contratados para viver os protagonistas, com um destaque especial para Ben Affleck que se mostrou um excelente Cavaleiro das trevas, surpreendendo a muitos que subestimaram sua atuação. Ele carrega nas costas e com grande desenvoltura o protagonista da obra.


    Só me resta dizer que o filme é excelente e os fãs das HQs sairão satisfeitíssimos da sala de cinema e mal esperando pelos próximos filmes - algo que fica claro pela aparição de outros personagens no longa e pelas pontas soltas deixadas no final do filme. Confesso que preciso de mais uma vez em frente as telas para absorver a grandiosidade que foi esse filme!

    Beijos,