Bridget Jones é uma mulher na casa dos 30 anos que tem uma vida independente, é solteira, adora sair com os amigos, fumar, beber e se divertir, até que então decide mudar de vida e, através de seu diário, acompanhamos um ano dessa jornada em que ela se esforça pra mudar a atual situação da vida dela, parando de fumar, perdendo peso e a procura de um namorado.

O diário de Bridget Jones é aquele chick-lit que aborda todos os temas que eu mais amo. Primeiro, temos uma protagonista que é "fora dos padrões". Aos 30 anos ainda não é casada, não constituiu família e, ao invés de tornar isso sua prioridade, investe em sua carreira profissional pra se tornar uma mulher de sucesso, sendo muitas vezes criticada por isso. Bridget sempre se vê nesse dilema de ter que correr contra o tempo para achar o cara ideal, ter um casamento perfeito, filhos e etc.

Nessa pressão de ter que arrumar um casamento ela reencontra Mark, um advogado rico e bem sucedido mas um pouco estranho que sua mãe fica empurrando pra cima dela. Bem diferente de Daniel, o cara mais carismático e sexy do seu trabalho, com quem tem um jogo de sedução que ela decide investir.

Briget é aquela personagem em que tudo que tem que dar errado inevitavelmente dá. Mas o mais engraçado não são as situações em que ela se mete, mas seu olhar irônico, aquele cômico meio melancólico que ela tem ao nos contar sua história.

Os relacionamentos em que ela embarca são meio desastrosos, repletos de mal entendidos e confusões, o que torna o livro pra lá de bem humorado e nos garante umas boas gargalhadas. A estrutura do enredo segue um típico chick-lit comum, sendo o único "brilho" a mais a própria personagem, que se mostra única.

De maneira geral o livro não é extraordinário, nem uma obra prima do gênero, mas é uma leitura bastante agradável, que cumpre seu propósito de nos proporcionar uma leitura leve, divertida e envolvente. É o tipo de leitura pra desestressar, dar umas boas risadas e se admirar com a personagem. Quem curte o gênero não pode deixar de ler!

Antes de terminar, porém, queria destacar que amei essa nova capa que a editora fez! O livro está lindo demais, com uma diagramação simples, mas bonita, e essa capa meio emborrachada que amei! O trabalho da editora está muito caprichado!

Classificação




Beijos,