Perdi mil batidas quando terminei de ler este livro e não sei se serei capaz de me recuperar! Que livro é esse? Eu já tinha gostando bastante do primeiro livro da série, mas quando conheci a história da Clara, fiquei ainda mais apaixonada pelos personagens e pelo amor que transborda de cada palavra.

A Bianca escreveu esta série com tanto carinho que dá para sentir a sua dedicação ao longo da narrativa.

Os personagens foram muito bem construídos, principalmente, a Clara. Através dela o leitor pode conhecer realmente o sofrimento e acompanhar o crescimento de uma mulher feridas diversas vezes pela vida. E ainda tem o Bernardo que é o homem dos sonhos de toda mulher. Lindo, carinhoso, inteligente, gentil e companheiro. Quem não quer um Bê assim? A Clara!

Ela lutou bastante para fugir de seus sentimentos e no início eu não entendi o porquê de tanta resistência a um príncipe desses, mas aos poucos eu fui compreendendo e admirando ainda mais a Clara. Na metade do livro eu consegui descobrir o que aconteceu com ela na infância e quase morri de tanto chorar. 

Olá, gente. Hoje separei alguns quotes do livro O céu está em todo lugar que, em geral, é uma leitura excelente e ainda tem frases bem lindas e poéticas, do jeito que eu mais gosto. Para quem ainda não leu, se tiver a oportunidade, vale a pena conhecer. Quem sabe não se interessa só de ler esses quotes, não é?! Então vamos ver o que escolhi para o post de hoje.


Eeei gente linda!!! Como vão vocês? Como prometido, hoje trago a playlist literária do livro A menina que colecionava borboletas, da Bruna Vieira. Para quem não sabe, eu li esse livro e fiquei apaixonadíssima. Posso considerar uma das melhores leituras de 2015. A resenha foi diferenciada, com os melhores trechos do livro. Para quem quiser ler é só clicar aqui. Olha aí!!!



Hey gente linda!
Hoje eu trouxe um Aleatoriedades diferente. Ano passado a Seguinte lançou o livro Os bons segredos (tem resenha aqui!), que é um livro maravilhoso, bem gostoso de ler e com aquelas reflexões importantes sobre a vida real. Foi o primeiro livro que li da autora mas me apaixonei pela escrita dela, e fiquei super empolgada quando li essa entrevista da Sarah, por isso trouxe aqui pra vocês darem uma olhada e conhecerem um pouco mais sobre a Sarah, seu processo de escrita e claro, o livro Os bons segredos! =D




Hey gente linda! Tudo bem?
Janeiro não é um mês com tantos lançamentos, mas mesmo assim, os poucos que tem já são de arrasar, então espero fazer vocês enlouquecerem com esse post (assim como eu que quero comprar tudo mas estou seguindo minha promessa de não comprar nada esse ano!). Tem muito livro bom, então bora lá:

Kahlen foi a única sobrevivente do naufrágio que levou toda sua família em 1933. Por sua enorme vontade de viver a Água a salvou da morte e em troca pediu 100 anos de vida a seu serviço como Sereia. Nesses 100 anos Kahlen se tornaria indestrutível e imutável - permaneceria com seus 19 anos em todo o século, sem que nenhuma doença ou necessidade humana a assolasse. Por outro lado, durante esses 100 anos Kahlen teria de assassinar centenas e até milhares de pessoas causando naufrágios com seu canto de sereia, a fim de alimentar a Água. 

Após 80 anos de obediente servidão, Kahlen vai para Miami com suas irmãs e acaba conhecendo Akinli na faculdade local. Mesmo sem poderem conversar (a voz de Kahlen é mortal), Akinli arruma um jeito de se comunicar com ela, e com sua doçura vai conquistando cada vez mais a garota, que não consegue tirar o jeito gentil e afetuoso com que a trata da cabeça e do coração. Ele foi o único que já a viu e se interessou pelo que ela é, deixando de lado sua beleza extraordinária e sua incapacidade de falar. Porém, esse é um romance impossível e logo ela vai se dar conta do quanto.


Oooi pessoal, como estão vocês? Então, hoje vim falar um pouquinho sobre essa série pela qual sou apaixonada. Supergirl é uma série que lançou no final do ano passado na Warner. Passa todas as quartas-feiras, às 22:30h. Os episódios têm cerca de 42 minutos cada e sempre acaba de um jeito que, na minha opinião, é torturante.

Kara Zor-El é do planeta Krypton e foi mandada para a Terra com seu primo mais novo Clark Kent, para fugir da destruição do planeta. Sua missão era proteger e cuidar dele, mas o seu destino não foi esse.

Olá pessoal, tudo bem?,

Ontem, 19/01, comemoramos os 207 anos de Edgar Allan Poe e por isso vou falar um pouquinho de um dos meus contos favoritos escrito por esse autor fantástico e enigmático que eu tanto adoro: "O Gato Preto".

Escrito em 1843, Poe narra a história de um homem que de uma pessoa bondosa, de uma hora pra outra, torna-se capaz de atitudes inimagináveis, não somente devido ao seu vicio em álcool, mas também devido a deterioração de sua alma.

Contém muitos Spoilers.


Desde pequeno, o homem demonstra uma personalidade amável e um grande amor aos animais, porem alguns anos depois de se casar, já refém do vício do álcool, passou a fazer de sua esposa e os animais que possui, as vitimas de seus atos mais hediondos, poupando somente seu gato Plutão das agressões.


Quem não gosta de conhecer lugares novos não é mesmo? Hoje vou falar um pouco mais sobre o mais novo museu do Rio de Janeiro, o Museu do Amanhã. Um projeto arquitetônico ambicioso e que impressiona por sua magnitude e beleza. Assinado por um dos maiores arquitetos da atualidade o espanhol Santiago Calatrava. 

Olá, gente. A resenha de hoje é do livro Ladrão de Almas, da autora Alma Katsu, que está na minha estante esperando há tempos, mas só peguei para ler faz algumas semanas e adorei tudo nesse livro. Desde a narração até o desenvolvimento para o "final". Além do trabalho realizado na capa que sempre me chamou muito a atenção.

O história se inicia nos dias atuais com o médico, recém-divorciado, Luke que mora na pequena cidade de St. Andrew, lugar desses que todo mundo se conhece e onde costuma nevar muito e com frequência. A vida tem sido monótona para o médico até que, em um dia que parecia só mais um, recebe no hospital uma jovem prisioneira levada até lá pela polícia para ser examinada após ser encontrada junto de um corpo. Luke fica surpreso, pois a garota parece muito jovem e é difícil acreditar ao olhar uma beleza quase angelical, que ela pudesse matar alguém, ainda mais sendo tão pequena.

Ao ficar sozinho para examinar a paciente, Luke acaba se deixando levar pela jovem que se apresenta como Lanore e lhe conta que o homem que matara é Jonatha St. Andrew, que pertence à família que deu nome à cidade. Mas isso não parece ser nada comparado ao que Lanore mostra em seguida para o médico, fazendo-o perceber que Lanore não é uma pessoa comum: ela não pode se ferir, muito menos morrer.


Oi gente linda! Tudo bem?

Hoje vim fazer uma tag, coisa que eu amo, que fala sobre obsessões literárias. A maior parte dos leitores com certeza é um pouco obsessivo com livros. Vamos lá gente, admitir é o primeiro passo, hahahaha. Eu, com certeza sou, então fazer esse vídeo foi um grande passo pra mim (insira drama aqui) e admitir muitos desses fatos foi difícil, mas necessário. Se quiser saber sobre minhas obsessões, clica no play aí em baixo ;). Aproveita pra se inscrever no canal, lá sai vídeo novo toda semana!


Sinopse: Tudo começa numa festa de formatura de ensino médio. Cinco amigos comemoram juntos o tão aguardado fim da vida escolar. Apesar de bem diferentes entre si, têm algo em comum: enxergam o futuro como um mar de possibilidades a ser descoberto e explorado. Sonham em ser gigantes, tão grandes quanto suas ambições.

Sensacional! Sabe quando você abre um livro e se encanta com a história no primeiro parágrafo? Aconteceu isso com Gigantes! Eu pedi o livro para a editora Paralela com a intenção de conhecer a escrita do Pedro Henrique Neschling e me surpreendi de uma forma muito positiva. Que livro, minha gente! Que livro! O ano mal começou e eu afirmo com todas as letras que foi uma das melhores leituras do ano.

O autor nos leva para conhecer a vida de 5 jovens que estudaram juntos no Ensino Médio e com o tempo se separaram para seguir suas vidas. Em cada capítulo podemos acompanhar a história de Duda, Camila, Lipe, Zidane e Fernando e nos encantar com a riqueza de detalhes da narrativa. Pedro cita outros autores, cita músicas boas, comenta sobre o universo do cinema já que Fernando é roteirista e nos mostra que nem tudo são flores depois da formatura do colégio.

Oooi pessoal, tudo bem com vocês? Trago hoje uma resenha diferenciada. Engoli o livro da Bruna Vieira. Li em pouco mais de quatro dias e para quem não sabe, o livro é composto por crônicas da autora, por esse motivo eu quis fazer uma coisa diferente do que estamos acostumados.

Como não tenho como falar de todas as crônicas, eu separei os melhores trechos do livro e vou botar aqui para vocês. Quero destacar e deixar registrado o meu amor pela playlist que ela fez para ouvirmos enquanto lemos. Gente, sério, super dá certo ler com essas músicas, portanto se você é daquele leitor que gosta de ler ouvindo músicas, faça MUITO isso enquanto lê esse livro. Em uma próxima coluna eu destaco minhas músicas preferidas do livro. O livro tem um designer maravilhoso. Os desenhos são incríveis. O trabalho ficou realmente incríveeeel! Parabéns a equipe toda. Bora parar de enrolar e confiram aí!

Samantha viveu às margens dos Garrett desde que tinha 7 anos e eles se mudaram para a casa ao lado da sua. Sua mãe, metódica e preconceituosa como era logo teceu comentários maldosos sobre a bagunça que era uma família grande (5 filhos que se tornaram 8 ao longo do tempo), o que se mostrou verdade já que o quintal vivia cheio de brinquedos, e a Sra. Garrett vivia na correria com tantas crianças brincando e fazendo bagunça. 

O fato é que Sam acabou por passar boa parte da vida observando a rotina deles, como as crianças tinham liberdade pra brincar, como os pais sorriam sempre e davam atenção à elas, como era tudo tão diferente de sua própria rotina cronometricamente organizada por sua mãe - que por sinal estava quase sempre fora de casa em algum compromisso político -, de maneira que tivesse todos os horários do seu dia ocupados de maneira útil. Mas tudo isso muda quando nos primeiros dias de verão ela conhece Jase Garrett, que se mostra um rapaz muito interessante e ela acaba mais envolvida com os Garrett do que alguma vez tinha pensado. 

Rei Gaius finalmente tem os três reinos de Mítica (Auranos, Paelsia e Limeros) na palma de sua mão, como sempre almejou e seu foco agora é outro: encontrar todas os cristais dos elementos que formam a Tétrade e que permitiria que seu possuidor pudesse trazer a magia perdida de volta e de quebra lhe conceder um poder incalculável. 

Para isso ele está disposto a usar sua filha adotiva Lucia, que está cada vez mais forte, e seguir os conselhos de uma imortal que aparece em seus sonhos e lhe instruiu a construir uma estrada ligando os três reinos. Porém ele não é o único atrás da Tétrade e terá de enfrentar um influente império vizinho para consegui-la.


Hayao Miyazaki é um dos mais respeitados criadores do cinema de animação japonês. Seus filmes são obras primas que na maioria das vezes retrata garotinhas ou jovens como heroínas fortes e corajosas.

Em seus filmes geralmente não se tem exatamente um vilão. A maioria das vezes Hayao Miyazaki trata em seus filmes de conflitos envolvendo a humanidade, tecnologia e a natureza.

Suas obras foram ganhadoras de vários  prêmios ao longo dos anos e hoje resolvi compartilhar com vocês os meus favoritos.


Hey gente! Tudo bem?
Essa semana meu irmão caçula me chamou pra assistir um filme com ele e fazer uma sessão pipoca aqui em casa, coisa que eu amo. Passei a tarde assistindo A origem dos guardiões e comendo porcaria. O filme foi escolhido por ele e acabou por se mostrar bem divertido e fofo. 

A animação conta a história de guardiões, que são os famosos personagens que conhecemos desde sempre: Papai Noel, Coelhinho da páscoa, Fada dos dentes, Sandman e Jack Frost. Assim como eu, você provavelmente não sabe quem é Sandman ou Jack Frost, mas eles são bem conhecidos pelos gringos. Sandman é a personificação do sono e dos bons sonhos, enquanto Jack é a personificação do inverno, das geadas e da neve.


Hey gente linda! Tudo bem?

Hoje trouxe um post que eu adoro fazer, que é o quotes cativantes: abra e descubra. Sempre gostei dessa coluna porque me impulsiona a ler as dezenas de livros que tenho esquecidos na estante, e acreditem, estou mesmo precisando me animar porque tenho muitos na fila de leitura, tanto que fica até difícil escolher qual vai ser o próximo, hahahaha. Pra quem não conhece a coluna, aí vai uma explicação:

Como funciona a brincadeira: Escolha um livro que você tem e nunca leu, mas tem vontade de ler e abra em qualquer página. Leia tudo e selecione o quote mais interessante da página. Só tenha cuidado para não abrir em uma página no final e descobrir como a história termina. A intenção é incentivar você a pegar o livro esquecido e deixar com que o quote te conquiste para que você passe o livro na frente de outros na sua fila de espera.

No futuro, a Terra foi assolada por inúmeras guerras, o que dizimou 99% da população humana e transformou sua vida animal e vegetal. Boa parte dos seres humanos acabou confinada dentro dos muros de Prima Capitale, regida pelas draconianas regras do Supremo Decano. Por causa da rigidez do governo, todos os bebês nascidos no lugar precisam passar pelo crivo dos chamados cógnitos, seres com poderes psíquicos capazes de prever o futuro.

Caso, nesta visão, seja revelado que o novo cidadão cometerá um crime, sua sentença é a morte. Seppi Devone foi um desses bebês vetados. No entanto, sua mãe, Appia, consegue fugir com ela, livrando-a da cruel sentença. Elas vivem incógnitas numa comunidade no meio da mata e Appia cria sua filha como um garoto. Mas, quando Seppi completa 15 anos, o destino bate à sua porta e a garota terá de enfrentá-lo. Afinal, a adolescente é a única esperança que muitos oprimidos têm de se livrar do mal a que são submetidos pelo Supremo Decano.


Hey guys! Como vão?
Então chegamos em 2016.. Ano novo, e pode ser que também seja livro novo! Pra começar o ano com o pé direito, resolvi trazer pro top comentarista um livro que tenho certeza que muitos de vocês vão desejar: A sereia da Kiera Cass. 

O esquema é o mesmo que vocês já conhecem: não precisa comentar em todos os posts, eu sortearei um post do mês e dentre eles um comentário, que será o ganhador. Simples né? Mas não custa nada relembrar as regras, então deem uma olhada:

O Príncipe de Westeros e outras histórias é uma antologia organizada pelo famoso George Martin e possui contos dos mais diversos tipos. A proposta do livro é justamente essa: o autor convidou diversos autores conhecidos, de diferentes gêneros, estilos e editoras,  para escrever contos sobre canalhas. E o resultado foi essa incrível obra.

Não sou uma pessoa muito adepta de livros de contos, por muitas das vezes achar que o pouco número de páginas torna a história mal desenvolvida, porém esse livro me conquistou. Acredito que o fato de os escritores participantes da antologia serem autores já conhecidos e com certa reputação de "boa escrita" (alguns inclusive eu já conhecia e apreciava de suas obras) colaborou para tornar este um livro de contos sensacional. 


Eeeeei pessoal, como estão vocês? É a primeira vez que escrevo essa coluna, vou dar meu máximo, mas sejam legais comigo. Vim fazer um Top 5 dos piores livros que já li, vai ser um pouco difícil, sem dizer que eu posso até ofender quem gosta hahahaha

Enfim, pensei, pensei, pensei, mas consegui fazer uma listinha com os 5 livros que menos gostei de ler. Vou começar por ordem decrescente, sendo do menos pior ao pior. Confere aí.


Olá, pessoal!

Segue o resultado do sorteio. Lembrando que vamos enviar um e-mail e os vencedores devem olhar suas caixas de entrada e responder o mesmo em até 72 horas (3 dias). Clica aí no link e saiba quem levou os prêmios.

Assim como em seu primeiro volume, Star Wars: Então você quer ser um Jedi?, narra, com fidelidade, os acontecimentos do episódio V (O Império contra-ataca). De uma maneira mais juvenil, com mais originalidade e ilustrada, o autor Adam Gidwitz, divide a história do episódio V em cinco partes.

Diferente do primeiro livro, escrito por Alexandra Bracken, esse é narrado em segunda pessoa, é um tanto mais infantil do que eu esperava e possui partes interativas com objetivo de mostrar ao leitor os passos para se tornar um Jedi. Além disso, esse volume possui mais alterações na história do que o anterior, embora ainda permaneça fiel aos acontecimentos originais, apensa sofreu alguns acréscimos por parte do autor.

Evie e Leo se conheceram ainda crianças quando moravam em um lar adotivo e aos poucos foram desenvolvendo uma amizade única a ponto de confiarem cegamente um no outro. Ao longo dos anos os laços que se criaram entre eles foram se estreitando ainda mais e sentimentos mais fortes foram surgindo em ambos. Porém, o destino é cruel, e quando Leo tinha 15 anos e Evie 14, eles tiveram que se separar pois o primeiro foi finalmente adotado por uma família. Mesmo assim, eles fizeram a promessa de retornar um pro outro quando Evie completasse 18 anos. Evie depositou todas suas esperanças nessa promessa que nunca que se cumpriu, e anos depois, quando já havia saído do orfanato e estava construindo uma vida para si mesma longe do passado e de seu amor por Leo, ela conhece Jake. 

Jake é um homem misterioso que tem seguido Evie e quando ela o confronta descobre que na verdade ele era um amigo de Leo e que está ali para fazer um favor a este. Evie fica devastada com as notícias que esse belo estranho traz e não sabe como lidar com elas e com todas as lembranças que ressuscitam nela, ainda mais com a atração que parece sentir por Jake. Cheia de perguntas sobre Leo, Evie se aproxima de Jake a fim de saber mais sobre o que aconteceu ao mesmo tempo em que sente essa atração crescer ainda mais entre eles, mas ainda com receio de confiar totalmente nesse misterioso homem que parece estar escondendo alguma coisa.


Ei pessoal, quanto tempo, hein?! Pois é. Aconteceu uma baita tragédia no fim de novembro com o meu computador e desde então eu sou uma pessoa que vive desesperada por não ter um computador para escrever.

Bem, sou uma eterna fã da coluna “Playlist Literária”, vivo grifando o nome das músicas e cantores que aparecem nos livros que leio. Em setembro, tive a oportunidade de conhecer o trabalho da Luiza Trigo e ler dois dos livros dela, gostei tanto do modo que ela escreve que me deu muita criatividade para escrever as resenhas (para ler a resenha de Meus 15 anos e de Carnaval).

Liadan é a filha mais nova de Sorcha e Red (protagonistas de Filha da Floresta), junto com seu irmão gêmeo Sean, e assim como a mãe, ela possui diversas habilidades de cura e de comunicação pela mente com seu irmão. Porém, seus dons vão ainda mais além, ela possui o dom da Visão, assim como seu tio Finbar. Logo no começo do livro ela tem esse pressentimento de que alguma escuridão está prestes a se abater sobre Sevenwaters e que sua jornada terá mais provações do que esperava.

Sua terra natal não passa pela melhor fase e além dos mercenário perigosos que andam rondando a região e assassinando pessoas, há ainda a guerra que acontece desde que sua mãe era menina pelo território tomado pelos bretões. Logo as coisas começam a desandar: sua irmã, a mimada e sonhadora Niamh, casa em favor de uma aliança favorável a Sevenwaters e Liadan é sequestrada pelo grupo mercenário do "Homem Pintado". 


Hey gente linda! 
Antes de qualquer coisa, como esse é o primeiro post do ano no blog, quero desejar a todos um feliz ano novo! Que 2016 seja de muito sucesso, boas oportunidades, realizações e de muitas leituras pra nós! Só tenho a agradecer a vocês que fizeram do meu 2015 um ano maravilhoso, afinal sem vocês não existe o blog, e isso aqui é uma das melhores coisas da minha vida! Só posso torcer para que 2016 seja ainda melhor!

E pra começar tudo com o pé direito, trouxe o resultado do aguardado top comentarista! Cruzem os dedos aí e vamos conferir quem é o sortudo que já vai começar o ano ganhando dois livros!