Lobo por lobo é uma história que dá um fim alternativo a Segunda Guerra Mundial: nele Hitler ganha a guerra e governa boa parte do mundo. O ano é 1956, e o Tour do Eixo está prestes a acontecer novamente: uma corrida de motocicleta rumo a Tóquio a fim de conquistar a atenção e prestígio do Imperador. Na última edição do Tour a vencedora foi Adele, que usou o nome do irmão para participar e ganhou, sendo inclusive elogiada por Hitler por sua audácia. 

Nesta edição, a competidora mais audaciosa é Yael. Quando criança, a protagonista foi levada ao campo de concentração com a mãe, onde foi submetida a experimentos genéticos a fim de mudar sua etnia, que os alemães tanto detestavam. O resultado foi melhor do que esperavam: agora Yael pode se metamorfosear e assumir a forma de quem quiser. Assim conseguiu fugir do campo de concentração e assim vai participar do Tour do Eixo, assumindo o lugar de Adele na corrida, ao lado da Resistência em um plano para matar o soberano. 

Eu já havia ouvido maravilhas sobre a escrita de Ryan, quando esta lançou Cidade Murada, e quando vi que ia lançar esse livro, justamente sobre um dos temas que mais gosto (a Alemanha nazista), não perdi tempo em solicitar e me jogar na leitura. E que leitura, meus caros! Confesso que a autora não me conquistou logo de cara - ainda mais com as descrições levemente cansativas, quando se tinha tanto pra acontecer -, mas bastou a leitura engatar para eu me ver viciada, virando página após página até o livro terminar em um clímax arrebatador.

A personagem não poderia ter sido melhor elaborada. Ao mesmo tempo em que tem uma força e uma coragem enormes, no fundo ela tem aquele coração sensível de quem passou pelos momentos terríveis de um campo de concentração. Ela é uma mescla de aspereza e caráter forjados pelo sofrimento de preconceitos e maus tratos. E só para coroar a autora inseriu esse elemento fantasioso, a metamorfose, para deixar ainda mais claro que a cor da pele, o tom dos cabelos ou olhos não mudam quem você é por dentro, que o exterior não importa e por dentro somos todos iguais, feitos de carne e osso e sentimentos. Não poderia ser mais fantástico que isso.

Ainda falando sobre os personagens, não poderia deixar de destacar o fato de a autora dar espaço para os protagonistas secundários e elabora-los de maneira tão única e bem construída. O irmão de Adele é um destaque, junto com Luka, um dos mais importantes por ser um interesse amoroso de Adele/Yael e um dos maiores competidores da corrida. Ele é daqueles que cria uma fachada de bad boy que não liga pra nada, mas que por dentro tem um coração de ouro. A relação dele com Yael é um tanto desajeitada, mas é isso que dá aquele tom único ao romance entre eles. 

Lobo por lobo é uma mistura de ficção e realidade, de aventura eletrizante e relacionamentos desajeitados, de coragem e sofrimento. Confesso que o final não é algo exatamente imprevisível (e ainda assim vai pegar muitos de surpresa), mas o modo como a autor construiu o clímax que é sensacional, e não deixou nada a desejar. Pelo contrário, criou um final de tirar o fôlego, já deixando o gancho para o segundo volume e deixando o leitor mais que ansioso por ele. 

De maneira geral, esta é uma leitura muito empolgante, com uma trama bem construída e que se torna ainda mais rica por toda a informação real que contém. Eu simplesmente amei como a autora conseguiu transformar em fantasia uma parte tão tenebrosa da história do mundo, inserindo partes mais positivas e mesmo assim mostrando o lado ruim, nos dizendo, mais uma vez, que aparências não importam, não dizem quem somos.

Classificação




Beijos,