• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Um tempo para acontecer

    Anna e Der são amigos de longa data e não sabem bem quando foi que começaram a ver um ao outro como mais do que isso, quando foi que o sentimento de desejo, de atração começou a surgir entre eles. O fato é que Ana, agora que se deu conta disso, quer embarcar nesse sentimento ao contrário de Der, que, sendo um mulherengo nato sabe que não é homem para sua bebê e não quer estragar a amizade que eles tem, nem o relacionamento de carinho que tem com a família dela.

    O problema é que eles não podem estar perto um do outro sem sentir a química entre eles. Ignorar a atração que sentem um pelo outro é tarefa impossível e os dois vão ter a prova disso em um relacionamento que perdura por anos, entre idas e vindas.


    Sim, a primeira coisa que se passa pela cabeça ao ler uma premissa dessas é: romance clichê! E devo confessar que é mesmo! Clichê e previsível, mas, como eu costumo dizer, um romance desse tipo é como aquele pretinho básico que vai bem em qualquer ocasião. E esse não é diferente: a trama é tão bem desenvolvida e tão gostosa de ler que o fato de ser previsível passa batido.

    Esse é daqueles romances que nos faz passar do amor a raiva em instantes! Amor porque, quando estão juntos, Anna e Der são o casal mais fofo que você respeita. Mas raiva porque, até chegar lá eles passam por muita coisa, cometem muitos erros e batem muito a cabeça até amadurecerem e conseguirem lidar com os seus problemas e seus sentimentos.

    Der é, muitas vezes, o principal causador de nossa angústia ao longo do livro, quando presenciamos os anos se passando e eles deixando oportunidades de serem felizes passar. Isso porque, apesar da idade, ele é muito imaturo e não percebe que quem está no comando de sua vida é ele mesmo e suas escolhas. Pelos problemas familiares que ele teve, ele acaba tornando sua válvula de escape o sexo e tornou um estigma pra vida dele que era incapaz de manter um relacionamento monogâmico, por mais que amasse sua parceira.

    Ana por sua vez nos irrita por sua teimosia e sua cabeça dura. Foram muitas as oportunidades que ela deixou passar por mal entendidos, por suposições, por falta de confiança e paciência. Na verdade, ambos foram igualmente responsáveis pelo longo e tortuoso caminho que percorreram na tentativa de firmar um relacionamento entre eles. Claro que o destino - e intrometidos - também fizeram sua parte e tornaram o caminho ainda mais complicado.

    O fato é que ficamos presos a cada página, agoniados com todos os obstáculos que Der e Ana tem que ultrapassar pra viver o amor deles - o qual torcemos pra dar certo da primeira à última página. A autora tem a habilidade de nos envolver na sua história, por isso, mesmo quando já sabemos o que vai acontecer, ainda assim ficamos ansiosos, consumindo página após página, loucos pelo desfecho do romance - o qual confesso que me deixou com vontade de mais, queria pelo menos mais umas 30 páginas com um epílogo lindo pros dois!

    De um modo geral o romance é uma delícia de ler. Personagens que começam imaturos e nos irritam em alguns momentos, mas que crescem ao longo da história, que amadurecem com os acontecimentos e que constroem algo lindo e verdadeiro, apesar de todos os obstáculos enfrentados.

    Pra quem gosta de um bom romance, daqueles que encaixa super bem em qualquer hora e que tem uma história muito bem desenvolvida, esse é uma ótima pedida! Rápido de ler, envolvente e apaixonante.


    E pra quem gostou da resenha e ficou com vontade de ler, corre lá no instagram (@romanceseleituras) que vai rolar um sorteio dele!! Aliás, um agradecimento especial pra autora pela oportunidade de ler algo tão bom e ainda dar um exemplar de presente pra vocês! 

    Classificação




    Beijos,