• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    A soma de todos os beijos

    A Soma de todos os beijos é o terceiro livro da série Quarteto Smythe-Smith, da Julia Quinn (autora preferida de romances históricos <3) e é de longe o melhor da série até agora. Já mencionei nas resenhas dos livros anteriores, mas senti uma diferença na notável da série Os Bridgerton pra essa (não que essa seja ruim), mas esse livro se aproximou mais do que eu conheço como um livro da Julia Quinn.

    Neste volume conhecemos a história de Lorde Hugh, que anos atrás entrou num duelo com Daniel, duelo o qual o resultado foi trágico: Hugh ficou terrivelmente ferido na perna, de modo que só anda com o apoio de uma bengala, e Daniel passou três anos no exílio longe de sua família, sendo caçado pelo pai de Lorde Hugh.

    O fato é que o acontecido gerou um grande escândalo, fazendo com que Honoria (irmã de Daniel e protagonista de um dos volumes da série) e sua prima Sarah não estreassem na temporada em Londres quando deveriam. O acontecido, na concepção de Sarah, foi o responsável por ela e a prima não terem arrumado um casamento logo e estarem solteiras - fato pelo qual ela nutre um ódio sem medidas por Hugh.

    Agora, durante o casamento de Honoria e, logo em seguida, de Daniel, os dois acabaram sendo forçados a conviver por força das circunstâncias. Mais do que isso, a pedido de Honoria, os dois terão de fazer companhia um ao outro e, para surpresa dos dois, esses dias na presença um do outro podem não ser tão desagradáveis quanto pensavam e eles podem acabar descobrindo que até gostam um do outro. 

    Desde as primeiras páginas já fui conquistada pelos personagens. Ambos me cativaram com suas personalidades e me vi ansiando para descobrir como iam se relacionar ao longo das páginas. Hugh, logo no começo já se mostra um homem sério. Um homem que se culpa pelo acontecido entre as famílias dele e de Daniel e que tenta se redimir pelo fato. Além de que ele sente que merece as consequências que teve: uma perna manca que afastará qualquer possível pretendente, afinal que mulher em sã consciência casaria com um homem aleijado?

    Sarah por sua vez tem com único objetivo de vida se casar e nunca mais participar de um concerto Smythe-Smith. Sua paixão pelos romances a fizeram se tornar uma mulher com uma fortíssima tendência ao melodrama, e ela pode se mostrar exagerada em tudo. Ao menos podemos dizer que ela é extremamente sincera e não tem papas na língua quando se trata de falar o que pensa - mesmo que o que ela pensa seja algo completamente exagerado. Sabendo isso sobre ela, já se torna óbvio o que pode sair de seu convívio com Hugh não é mesmo? São farpas e respostas afiadas pra todo lado.

    Porém, quando eles decidem que tem que chegar a um entendimento pelo bem comum e começam a baixar a guarda, vão vendo que a companhia um do outro pode ser muito mais prazerosa do que se pensava e que eles são muito mais do que acham um do outro. Ambos mostram outros lados de suas personalidades, e vão se vendo cada vez mais envolvidos um com o outro.

    Esse é o livro mais apaixonante da série, o mais emocionante. O coração fica apertado por Hugh, e é impossível não suspirar por ele. A autora vai nos mostrando Hugh pouco a pouco, e é assim que vamos nos apaixonando por ele - assim como Sarah -: gradativamente. Aliás, isso é o que eu mais amo no desenvolver de um romance: que as coisas aconteçam naturalmente e no tempo certo, como é aqui. 

    Os dois acabam se tornando o par perfeito um pro outro. Hugh com seu coração enorme, sua lealdade e sua força e Sarah com sua determinação e honestidade. É uma delícia acompanhar o relacionamento dos dois, se deliciar com a língua afiada de Sarah e suspirar por Hugh. 

    Julia Quinn não decepciona nesse livro: o romance é fluido, envolvente e divertido. É daqueles romances despretensiosos, que chegam e vão te conquistando aos poucos com a trama leve e cheia de bom humor, sem falar no romance que é simplesmente encantador. Além do mais, adoro como os personagens se desenvolvem ao longo das páginas, como eles crescem com o andar da história. 

    Pra quem já acompanha a série, esse livro vai ser a cereja do bolo e pra quem não acompanha: está na hora de começar! Garanto que não vão se arrepender! 

    Classificação

    Beijos,