• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Big Mouth - A nova animação da Netflix


    Recentemente, fiz uma matéria sobre a incrível série animada de Rick and Morty, e a Netflix, deveras maravilhosa, fez uma animação totalmente original para seu catálogo, que estreou agora em setembro de 2017, Big Mouth.

    Criada por Nick KrollAndrew Goldberg (Family Guy)Mark Levin e Jennifer Flackett, a história é sobre um grupo de pré adolescentes em seu oitavo ano escolar, no início da puberdade. O enredo tinha de tudo para parecer um clichê de filmes americanos, mas não. Totalmente discrepante, e com um humor absurdo, nos divertimos com as descobertas dos personagens sobre o primeiro beijo, primeiro porre, raiva excessiva, primeira menstruação, descoberta do corpo e de sua própria sexualidade, pais inconiventes, entre outros. Afinal, todos nós passamos ou ainda passaremos (dependendo da sua idade) por essa fase.




    Acompanhamos com apenas uma temporada de 10 episódios, Nick, Andrew e Jessi, amigos de escola. A sitcom é fácil de maratonar em um dia. Ri descontroladamente e senti uma íncrivel nostalgia, porque é muito fácil se identificar com cada um deles pelos problemas e dúvidas pessoais sobre o mundo e si mesmo. Obviamente, a série é demasiadamente exagerada como nós mesmos éramos nessa idade, o que torna ainda mais engraçado. 

     Um bom exemplo desse exagero é monstro dos hormônios, Maurice. Ele "atiça" em vários momentos os meninos a fazerem coisas das quais eles mesmos não parecem ter controle, uma característica que forma esse humor tão escrachado, afinal, ele é uma metáfora das nossas mudanças hormonais e desejos sexuais aflorados. E vale a pena avisar, tanto quanto Rick and Morty, Big Mouth e outras conhecidas animações não são pro público infantil, o controle dos pais é fundamental para que não seja estimulado nenhum comportamento desagradável nas nossas crianças.


    Além disso, temos muitas referências a cantores, músicos e artistas em geral. Como o ator The Rock, ao nosso querido Freddie Mercury, e uma cena específica que lembra muito o filme Clube da Luta.
    O núcleo adulto não passa despercebido. Cada um deles é único, e serve para entendermos os comportamentos das crianças e suas dúvidas, o porquê de suas personalidades. Ponto positivo para a trilha sonora, que começa pela abertura, com a música "Changes" da banda Black Sabbath.

    Se você ainda não viu, dê uma chance ao primeiro episódio como teste às piadas pesadas. Se for do seu agrado, garanto que a série não irá te decepcionar. Em apenas um dia, você consegue ver todos os episódios se simplesmente quiser ver algo pra se divertir. As animações ainda sofrem um certo preconceito entre os adultos, poucos reconhecem que ela pode sim ser um ótimo entretenimento. Big Mouth é um exemplo disso, é demais!


    Classificação:



    Texto por: Ingrid

    Confira o trailer dublado: