• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Quem é Você, Alasca? - Semana John Green

    Nessa semana especial que dedicamos ao John Green, queria começar pelo meu livro preferido dele. E como já temos uma resenha de Quem é você, Alasca? aqui no blog, vou ressaltar alguns pontos diferentes dessa incrível história.

    A primeira vez que o li foi em 2015 e a última agora em 2017 devido a minha péssima memória. O impacto que um livro causa em nós nunca é tão forte quanto da primeira vez, e nessa última eu tive uma visão e uma reflexão diferente sobre.
    Looking for Alaska no título original é o primeiro livro do autor, publicado em 2005, e já esteve até entre os best-sellers do New York Times, sendo considerado o melhor já escrito por John (para os íntimos é João verde mesmo).
    Adquiri interesse pelo autor com A Culpa é das Estrelas, então qualquer coisa lançada do mesmo aqui nos BR me chamava muito atenção. Mas ao contrário do que muitos pensam, Quem é Você, Alasca? não é e nem nunca foi direcionado ao público jovem/adolescente apesar dos protagonistas serem. A história gira em torno de temas muito particulares e até filosóficos, porque afinal, a resposta que todo ser humano procura na sua mais profunda crise existencial é "como vamos sair desse labirinto?"

    Pra quem não faz ideia do que se trata, Miles Halter é um adolescente entendiado cansado das superficialidades do ensino médio e falsos amigos então decide terminar a escola num internato que o pai já estudou. Sua decisão é baseada em uma busca pelo "grande talvez", onde Miles quer se aventurar e ter experiências das quais acredita que qualquer um deve ter.
    Debaixo do calor ardente do Alabama, ele entra na Culver Creek e conhece seu colega de quarto Chip Martin vulgo "Coronel".  Junto a Coronel, ele é apresentado a um asiático rapper chamado Takumi, e a incrível Alasca Young. Alasca é uma garota sexy, atraente, excêntrica e inteligente que chama a atenção de Miles (agora apelidado de Bujão pelos mesmos por sua aparência alta e magra). Além deles temos Lara, uma imigrante romena amiga de Alasca que se interessa por Miles, e também Jake, que tem um namoro "à distância" com Alasca.

    Assim começa a realização de Bujão pelas suas expectativas, com trotes, bebidas, cigarros e quebra de regras.


    Envolvente, a história te prende com facilidade, principalmente pela narrativa em primeira pessoa de Miles e também pelas características e peculiaridades do personagem. Quem nunca se sentiu tentado a sair da sua zona de conforto pra viver experiências novas? Ainda mais, o romance tem nuances de humor sarcástico, uma habilidade específica do autor que nos faz rir de forma espontânea e irônica. O tal do humor inteligente. Mas, mais que isso. Ele nos causa sentimentos além de alegria, como a dor, a saudade, a angústia e a dúvida. Por que vivemos como vivemos e o por que fazemos como fazemos? Era o que eu me perguntava quando li. Já nessa última vez parei de fazer perguntas, porque o que consegui foram respostas. Às vezes fazemos coisas e nos arrependemos, mas a vida sempre vai continuar. Às vezes a dor parece insuportável, até ela ser esquecida sem ao menos percebermos. E, muitas vezes, as nossas decisões podem mudar o rumo da nossa história.

    Com frases icônicas e um suspense no qual o livro é dividido, Quem é Você, Alasca? nos passa lições importantes. A escrita do John é leve e fácil. Os outros personagens tem suas próprias personalidades e motivações. Uma construção simples mas bem elaborada, como o porquê do Coronel ser um gênio e de estar estudando na Culver Creek. Ou o porquê da garota que dá título a história ser tão profunda e complexa como é.
    Terminei o livro em dois dias da primeira vez, só que o choro durou mais alguns dias haha.


    Muita coisa do livro é baseado em coisas reais que aconteceram com o autor. O fãs mais árduos do romance ainda aguardam a adaptação dessa história incrível para o cinema, e eu desejo que se for pra acontecer, que seja diferente das últimas adaptações do John, que tem o mais profundo do meu desagrado.

    Apesar do preconceito existente com ele, eu nunca entendi muito bem o motivo. John é um ótimo escritor, mescla nossas emoções, e com o lançamento de seu próximo livro Turtles All The Way Down (Tartarugas Até Lá Embaixo) que será publicado pela Intrínseca nesse mês, espero que ele chegue perto do que criou com Quem é Você, Alasca? me provocando uma percepção diferente sobre o que é a vida.

    Classificação:




    Texto por: Ingrid