• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Fullmetal Alchemist

    Vocês já devem ter percebido que tenho estado numa onde de ler mangás por aqui. Não é uma leitura comum pra mim (ao menos não até alguns meses atrás, rs), mas decidi embarcar nesse gênero já que gosto tanto de assistir animes e acabei amando demais. Apesar de geralmente terem muitos volumes (esse tem 27, com 21 lançados no Brasil), a leitura é muito rápida e prazerosa, além de serem livros baratos para comprar.

    Fullmetal é um anime clássico que eu sou simplesmente apaixonada. É um dos meus favoritos e quando eu decidi começar a ler mangás ele foi um dos primeiros que escolhi porque eu já amava a história e esse "novo" formato só iria fazer com que eu gostasse ainda mais - e eu não estava enganada.

    A história gira em torno de Edward e Alphonse, dois irmãos, alquimistas federais que estão atrás de uma maneira de obter seus corpos normais de volta após perdê-los ao quebrarem o tabu da alquimia tentando ressuscitando sua mãe. Em sua jornada eles acabam se deparando com muitos segredos envolvendo a pedra filosofal, organizações criminosas e o próprio governo. 

    Fullmetal traz uma história que surpreende. Ela começa despretensiosa, bem simples, mas ao longo dos volumes vai tomando proporções enormes, criando uma trama bem elaborada (e muito bem amarrada) e colocando em pauta temas bem polêmicos, por vezes de maneira mais sutil, e outras de forma bem aberta. Alguns temas tratados são a religiosidade, a segregação racial, as guerras, a ética, entre outros. 


    Como eu mencionei, a trama pode parecer simples, mas na verdade é bem complexa: são vários plots que se entrelaçam e formam a história. Apesar disso, posso dizer seguramente que o ponto principal é a relação dos irmãos Ed e Alphonse, que tem um grande impacto na história. Os outros personagens, porém, também dão uma grande contribuição à história, embora alguns pareçam sem importância. Aliás, devo mencionar que gostei bastante de como a autora explorou os personagens secundários, fazendo com que eles tivessem um impacto direto no desenvolvimento relação entre Ed e Al e no amadurecimento das personalidades de ambos.  

    Outro ponto a se destacar são os vilões. Amo quando os vilões, apesar de toda crueldade que cometem, se mostram humanos, sabe? Eles têm uma motivação que convence, são elaborados de uma maneira mais real. São os perfeitos antagonistas dessa história.

    O mangá, de um modo geral, trata de uma história de fantasia, daquelas onde o mundo está em perigo as também da história de dois irmãos que crescem juntos; enquanto a primeira nos enche de adrenalina e de ansiedade, a segunda nos emociona, nos conecta aos personagens e seus dramas, mexe com nossos sentimentos. 

    Fullmetall Alchemist é um mangá fantástico, que deve ser lido por todos, tando fãs do gênero quanto os que não o curtem muito, simplesmente pela história sensacional que traz. Inclusive, apesar de ter personagens jovens e ser mais do público infanto-juvenil, eu indico até mesmo para quem é adulto, pois é uma história com uma maturidade notável. É daqueles que nos envolve, nos prende à história, nos emociona, nos faz rir e nos faz chorar. Vale muito a pena!

    Classificação:




    Beijos,