• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Sem Volta

    Originalmente publicado como uma trilogia (X’Ed Out, The Hive e Sugar Skull), Sem Volta de Charles Burns chega ao Brasil pelo selo Quadrinhos da Cia. da Companhia das Letras, em um volume único. 

    Nesse quadrinho, acompanhamos Doug em diversos momentos marcantes da sua vida, por meio de uma narrativa não linear, ambientada na década de 70. Tudo isso misturado a um universo bizarro onde vivem homens-lagarto, um homenzinho de frauda e ovos gigantes. Assim, somos levados à uma grande confusão onde a realidade e o sonho, o passado e presente se misturam.

    Esse quadrinho foi um desafio e tanto. A princípio não estava entendendo absolutamente nada, não sabia em que momento estava e nem onde a existência desse mundo doido se encaixava na narrativa. Mas a medida que a leitura vai acontecendo as peças começam a se encaixar, e apesar de ser tudo muito doido, tem um certo sentido. 

    Essa é uma hq que trata de vários assuntos de uma maneira inusitada, que leva o leitor a forçar um pouquinho a cabeça para entender o que está sendo dito. Somos levados para dentro da cabeça do protagonista, destrinchando suas lembranças de vivências conturbadas, vendo até onde elas o levaram. Acho que no fim das contas esses são os pontos que mais enriquecem o trabalho de Burns.

    Sem Volta tem um peso, uma angústia que transcende o papel, pois a história é sobre escolhas e seu poder de nos tirar coisas importantes. Sobre culpa, arrependimentos e frustrações. É sobre aqueles enormes "e se" que as vezes nos roubam o sono a noite.

    Esse é um quadrinho que vale muito a leitura, não só pelo belo trabalho artísticos e construção de narrativa e personagem, mas também pela capacidade que Charles tem em transmitir tantos sentimentos e reflexões com seus traços.

    Classificação: